Ceará COPA DO BRASIL FC MEMÓRIA

FC Memória: Em 2013, Ceará reverteu placar histórico na Copa do Brasil

Foto: Jarbas Oliveira/Agência Estado

Contra o Asa, Ceará venceu por 3 a 0 e levou a partida para as penalidades

Nesta quarta-feira (18), o Ceará entra em campo para enfrentar o Palmeiras, na Arena Castelão, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Contudo, para conseguir a classificação para as semifinais da competição, o Vovô precisa reverter um placar de 3 a 0, construído pelos paulistas no jogo de ida.

Entretanto, reverter placares históricos não é novidade para o Ceará. Em 2013, em partida válida pela segunda fase da Copa do Brasil, o Vovô conseguiu reverter um 3 a 0 aplicado pelo Asa, no Estádio Municipal de Arapiraca, em Alagoas.

Com gols de Rafael Vaz, Pingo e Mota, o alvinegro cearense conseguiu o placar necessário para levar a partida para as penalidades. Porém, nos pênaltis, acabou sendo superado pela equipe arapiraquense por 4 a 3.

Anúncios
Anúncios

Apesar do revés nas penalidades em 2013, o Ceará tem como fator coincidente jogar a segunda partida da decisão em casa. Contudo, naquele ano, o apoio do torcedor foi fundamental para que a equipe obtivesse o resultado positivo.

Entretanto, para o confronto de amanhã, a equipe palmeirense terá 19 desfalques, sendo 15 deles por Covid-19. Além disso, não poderá contar com o seu técnico à beira do campo, já que Abel Ferreira foi expulso no confronto de ida, no Allianz Parque.

Para a partida, o técnico Guto Ferreira terá o retorno de Vina, que havia testado positivo para Covid-19 há duas semanas. Em contrapartida, mesmo com a volta do pilar do meio-campo, Guto não terá a sua disposição o lateral-esquerdo Alyson e os atacantes Cléber, Jacaré e Saulo Mineiro – que já disputaram a competição por outra equipe – e o volante William Oliveira, que se recupera de uma lesão no joelho.

Ceará e Palmeiras se enfrentam nesta quarta-feira (18), às 19h, com transmissão do SporTV e do Premiere para todo o Brasil. O classificado faturará uma vaga na semifinal da Copa do Brasil, além de R$ 7 milhões.

Anúncios

Deixe uma resposta