Matheus Peixoto deixa o Ceará sem marcar gols e com perguntas sem respostas

Foto: Divulgação/Ceará SC

Centroavante chegou com expectativa mas não balançou as redes pelo Vovô

O rebaixamento do Ceará à Série B do Campeonato Brasileiro gera inúmeros questionamentos dos culpados, bastidores e motivos por quais algumas coisas aconteceram.

Com a guerra entre Rússia e Ucrânia, os jogadores foram liberados pela FIFA para jogar em outro clube sem burocracia e a diretoria do Ceará aproveitou para repatriar o centroavante Matheus Peixoto, que na Série A de 2021 havia se destacado pelo Juventude e vivia grande momento no Metalist, na segunda divisão ucraniana.

A contratação do jogador foi muito elogiada pois também era especulado em Botafogo, São Paulo, Santos e Corinthians porém essas equipes logo saíram do radar e o jogador acertou com o Ceará.

Após a oficialização da sua vinda também foi confirmado que o atleta estava lesionado e precisaria de um longo tempo de recuperação. Após o tratamento, mesmo fora de forma e sem ritmo de jogo, foi utilizado até se contundir novamente.

Com apenas 16 jogos, sendo cinco como titular e nenhum gol marcado, a pergunta que não se tem resposta é a seguinte: qual motivo de contratar um jogador caro que estava contundido de forma grave? Ninguém da cúpula alvinegra respondeu.

Desde setembro retornou ao departamento médico e nunca mais vestiu a camisa alvinegra saindo pela porta dos fundos do clube.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: