Fortaleza fatura valor milionário em produtos licenciados e projeta grandes parcerias para 2023

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

O ano histórico para o Fortaleza dentro de campo também foi brilhante fora dele. Se nas quatro linhas o Leão do Pici brilhou conquistando duas taças e mais uma classificação para a Libertadores, em outros setores o Tricolor de Aço também bateu um bolão.

Nesta quinta-feira, 1, o Fortaleza anunciou que o clube faturou mais de R$ 2 milhões de reais em produtos licenciados. O sucesso é resultado da potencialização da Camisa Pop, dos mais de 5 mil produtos e do lançamento de 8 lojas. O setor ainda licenciou 10 escolinhas de futebol pelo país, serviços e cursos, como a Laion Academy.

Em 2018, ano de criação do Departamento de Licenciamento, o Fortaleza contava com quatro empresas licenciadas e com um faturamento de R$ 40 mil em royalties. Quatro anos depois, o setor finalizará com 110 empresas e mais de R$ 1,9 milhões de diferença.

Renan Menezes, Gerente de Licenciamento, falou sobre a evolução: “Estou no clube há cinco anos e costumo falar que, quando o setor foi criado, o clube só vendia os seus uniformes 1 e 2. Hoje, temos diversas opções de venda, de mais de 5 mil produtos e serviços licenciados. Conseguimos potencializar a produção da Camisa Pop, que é um modelo mais barato do uniforme da equipe, trazendo novas empresas para gama de licenciados. Isso fez com que a produção de Camisas Pop no ano fosse próxima a 5 mil peças. Ainda em 2022, até novembro, havíamos totalizado um montante de 800 mil selos vendidos para o mercado, onde cada selo representa um produto feito com a marca do clube”, apontou o Gerente.

Ao site oficial, Renan disse também que a expectativa para 2023 é fechar contratos com grande marcas para a produção de eletrodomésticos, além de expandir ainda mais o varejo de lojas licenciadas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: