Mota diz que jogar no Ceará foi a melhor parte de sua carreira e revela chateação

Foto: Diário do Nordeste

Em entrevista ao programa TVC Esporte Clube, Mota falou sobre sua marcante história no Ceará. De acordo com o atacante, vestir a camisa do Vozão foi a melhor coisa que lhe poderia ter acontecido em toda a sua carreira como jogador profissional de futebol.

O atacante foi revelado em 1997 pelo Ferroviário, mas no mesmo ano começou a jogar pelo Ceará. No Alvinegro, o ex-atacante soma quatro passagens : 1997 a 1998, 2001 a 2003, 2009 e 2012 a 2013. Conquistou um total de cinco títulos estaduais: 1997, 1998, 2002, 2003, 2012 e 2013.

O camisa 9 marcou 89 gols, sendo o nono maior artilheiro da história do Ceará, ao lado de Ivanir. Na temporada de 2009, foi um dos principais atletas no acesso do vovô de volta à elite do futebol brasileiro após 16 anos.

De acordo com o artilheiro, sua única chateação relacionada ao clube é não ter tido a oportunidade de defender o Ceará numa edição de Série A do Campeonato Brasileiro.

“Infelizmente uma coisa que eu não tive o prazer de fazer, foi jogar uma Série A pelo Ceará. Mas sou um cara muito realizado no futebol. Não é fácil você jogar pelo clube que torce e ama, mas foi muito prazeroso. Vestir essa camisa foi a melhor coisa que poderia ter acontecido no futebol para mim”, afirmou.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: