Empresário fala sobre possível retorno de Yago Pikachu ao Fortaleza: “Bem improvável”

Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC

De olho no mercado da bola para 2023, o Fortaleza já começou a se planejar para a próxima temporada. Ainda aguardando a renovação com o técnico Juan Pablo Vojvoda, a diretoria do Tricolor de Aço avalia jogadores para fortalecer o elenco. Na última quarta-feira, 16, o jornalista Anderson Azevedo, do Futebolês, revelou que o Leão do Pici tem interesse em cinco jogadores, entre eles, o ala-direito Yago Pikachu, destaque do clube em 2021 e no início de 2022.

Yago fazia boa temporada para o Fortaleza, mas foi negociado com o Shimizu S-Pulse, do Japão, por R$ 4,3 milhões de reais. Porém, sem conseguir se adptar ao futebol japonês e disputando apenas 12 jogos na J.League, Pikachu não conseguiu evitar o rebaixamento da equipe para a divisão inferior. Desta forma, uma negociação de retorno para o Tricolor de Aço poderia acontecer.

No entanto, a volta do atleta para o Brasil parece que ficará somente no desejo da diretoria do Leão do Pici. Em entrevista ao ge.globo, Alexandre Faria, empresário de Yago Pikachu, revelou que a negociação é improvável no momento: “Uma situação de volta (ao Brasil) é muito difícil, bem improvável. Ele tem dois anos de contrato, um salário alto, bem acima do patamar do Fortaleza, então não temos essa situação (de volta) no momento”, respondeu Alexandre Faria, da Gol Brasil, ao Sistema Verdes Mares.

Ainda sobre um possível retorno ao Brasil, Alexandre garantiu que o Fortaleza teria um peso pela relação com Yago Pikachu: “É óbvio que, se fosse possível uma saída, o Fortaleza teria um peso pela relação e a história, mas temos esse contrato de mais dois anos no Japão”, finalizou o agente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: