Confira detalhes da função de PC Gusmão em sua nova passagem pelo Ceará

Foto: Divulgação/Ceará SC

Carioca foi técnico do acesso do clube em 2009

A tarde desta sexta-feira, 28, foi turbulenta em Porangabuçu com o julgamento no STJD, que culminou com portões fechados por seis jogos e R$ 100 mil de multa, e a demissão técnico argentino Lucho González após dez jogos no comendo e apenas uma vitória.

Nas últimas semanas, o coordenador técnico Armando Dessesards foi desligado do clube e o cargo estava vago. Internamente, o antigo profissional não já não tinha tanto pulso e não conseguia interferir nas decisões entre diretoria, elenco e comissão técnica.

Com o cargo sem ninguém, a diretoria alvinegra recorreu ao velho conhecido Paulo César Gusmão, que já trabalha na função há cinco anos, e atuou por Vasco e Londrina nas últimas temporadas.

Contratado como coordenador técnico logo após a demissão de Lucho, PC chega ao Ceará em um ambiente político conturbado, elenco rachado e sem treinador. O Vovô está na zona de rebaixamento da Série A faltando quatro jogos para o fim do campeonato.

A principal missão do novo coordenador será apaziguar os ânimos e tentar renovar a motivação dos jogadores junto da nova comissão técnica que será anunciada.

As principais funções de um coordenador técnico é fazer o planejamento das atividades voltadas para o alto rendimento esportivo, ter um controle, individual e coletivo do rendimento e buscar a melhoria permanente dos processos que conduzem ao alto rendimento esportivo.

A expectativa é de que PC consiga fazer um elo mais harmônico e eficaz entre os poderes do Ceará já que não conseguem entrar num consenso desde a eliminação na Copa Sul-Americana para o São Paulo e após a demissão de Marquinhos Santos quando o elenco queria o retorno de Enderson Moreira e a diretoria trouxe o argentino Lucho González.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: