Robinson rechaça renúncia no Ceará, mas vai repensar futuro

Foto: Divulgação/Ceará SC

No começo da tarde desta segunda-feira, 17, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, concedeu uma entrevista exclusiva ao programa Jogada 1º Tempo, da TV Diário, do Sistema Verdes Mares.

Na oportunidade, o dirigente rechaçou a possibilidade de renunciar ao cargo neste momento e afirmou estar pensando no clube, além de assumir a responsabilidade pela situação critica que vive o Vovô na Série A do Campeonato Brasileiro.

“Não estou pensando em mim. Estou pensando no clube. Até o dia 13 de novembro, nesses próximos seis jogos, eu tenho que dar o meu melhor. Tenho que blindar os atletas para que a gente consiga nosso objetivo e daí em diante a gente repensa”, disse. 

Ainda na tarde de ontem, 16, o Ceará saiu atrás no placar diante do Cuiabá. De acordo com presentes na Arena Castelão, após o gol do Dourado, a principal torcida organizada do clube começou a vaiar o elenco.

Em resposta, a “torcida comum” protestou contra a T.O., já que a partida ainda não havia acabado. Com isso, brigas se iniciaram em vários pontos das arquibancadas promovendo cenas de terror e tumulto para toda a torcida alvinegra. Devido a confusão generalizada, diversas pessoas acabaram passando mal.

O jogo teve que ser encerrado antes do previsto, mesmo o Alvinegro achando o gol de empate a confusão não cessou nas arquibancadas da Arena Castelão.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: