Adaptado no Qatar, Matheus Jussa fala sobre futebol no país em ano de Copa

Foto: Divulgação/Qatar SC

Faltando menos de dois meses para o início da Copa, o Catar segue nos
preparativos finais para sediar a competição pela primeira vez na história.
Esta será a primeira vez que um país do Oriente Médio vai ser palco do maior
evento de futebol do planeta e, para isso, a nação precisou passar por um
processo de estruturação em infraestrutura e tecnologia para reunir condições
de abrigar o evento.


Desde que foi anunciado como sede, o Catar inaugurou oito estádios, uma
rede de metrô e até mesmo uma cidade construída do zero, no meio do
deserto. Quem tem conseguido acompanhar essas mudanças de perto é o
jogador Matheus Jussa, que está cedido por empréstimo ao Qatar SC pelo
Fortaleza até o fim de 2022.


“O clima de copa é muito bom, aos poucos torcedores de todos os países
vem chegando ao Catar fazendo a maior festa. Joguei em 3 estádios
diferentes. Eles são impecáveis, um mais bonito que outro, os detalhes nos
vestiários, a tecnologia, dentro de campo então, gramado perfeito”, afirmou o
meio-campista de 26 anos.
Formado nas categorias de base da Portuguesa e com bagagem por times
como Vasco e Internacional, Matheus Jussa teve grande destaque jogando
pelo Tricolor do Pici antes de se transferir ao Qatar SC, em julho de 2022. Ao
todo foram 80 jogos e três títulos conquistados em duas temporadas, sendo
eles uma Copa do Nordeste e dois Campeonatos Cearenses.


Pelo time do Catar, o jogador atuou em oito oportunidades, sendo sete como
titular, e marcou um gol, na penúltima rodada da liga principal, diante da
equipe do Al-Wakrah. Ele falou sobre o primeiro tento no Oriente Médio.


“Sensação do gol seja em qualquer lugar ela é maravilhosa, então fazendo
meu primeiro gol aqui ficará marcado para o resto da minha vida. Objetivo do
clube é voltar a disputar títulos, estar na parte de cima da tabela e isso me
motiva pois sempre busco estar entre os melhores”, afirmou.

Esta é a primeira experiência que o meio-campista está tendo na carreira de
atuar no futebol do exterior e, portanto, teve que se adaptar a uma nova
cultura, linguagem e costumes, muito diferentes daqueles praticados no
Brasil. Isso, no entanto, não vem sendo um problema para Matheus Jussa,
que disse estar realizando um sonho no futebol.


“Estou realizando mais um sonho no futebol, e a adaptação vem sendo muito
boa, dentro do clube tem pessoas que me ajudam a entender o que vem
sendo pedido, tanto em treinos e jogos, e sempre dei o meu melhor, então
estou muito feliz. Questão no dia a dia eu estou estudando bastante inglês, já
consigo entender certas coisas que já facilita o diálogo, automaticamente já
aprendo algumas palavras em árabe e isso para mim é empolgante. Sou uma
pessoa que sempre estive disposto a aprender, então está sendo muito bom
esse momento”.


Nos últimos preparativos para a Copa, o time de Matheus Jussa disputa a
Q-League e a Liga das Estrelas do Catar. O jogador deve ir a campo no
próximo sábado, às 13h15 do horário de Brasília, em duelo diante do Al Ahli,
pela 3ª rodada da fase de grupos da Liga das Estrelas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: