Aplicação de gramado sintético e obras na Cidade Vozão estão 90% concluídas

Foto: Wilton Hoots/Ceará SC

 Assinada pela Maxgrass, sob supervisão da Diretoria de Patrimônio do Alvinegro, na pessoa do diretor Afonso Lobo, a obra na Cidade Vozão para construção do novo campo na Cidade Vozão está próxima de ser concluída.

Composto por campo, arquibancada e paisagismo do passeio, o projeto arquitetônico assinado por Diego Carneiro Arquitetos já entregou o primeiro dos três itens. O gramado sintético encontra-se inteiramente instalado, com traves, marcações e telas protetoras. A etapa atual é a de preenchimento do solo com uso de Geocold.

A tecnologia Geocold é uma inovação no tratamento térmico de campos sintéticos desenvolvida pela patrocinadora Maxgrass. Trata-se de uma cobertura que reduz em até 25 graus celsius a temperatura da borracha que compõe o substrato do gramado artificial, ideal para instalações em zonas equatoriais.

No mês de outubro, as arquibancadas ganharão forma. Com três patamares, serão dois lances de assentos, ambos na lateral norte do gramado. Entre as duas estruturas, as áreas técnicas com escadas para acesso das equipes completam o contorno da área. A previsão para entrega e evento de inauguração é no início de novembro. No total, a obra custará pouco mais de um ano e foi parte do contrato de patrocínio assinado em maio de 2021.

Sandro Queiroz, Gerente das Categorias de Base do Vozão, falou sobre a importância da reforma no CT Dr. Luís Campos. “O gramado sintético, além de valorizar o patrimônio do clube, vem para aprimorar os treinamentos dos nossos atletas, tanto profissionais quanto amadores. Nos proporcionará mais qualidade e quantidade de treinos, permitindo descansar a grama natural dos demais campos”, valorizou o gerente.

Ele destacou, ainda, três pontos importantes com a entrega do equipamento. “Vale ressaltar que o campo nos permitirá realizar treinos em períodos críticos do ano, na quadra chuvosa do nosso estado, quando os gramados sofrem com a drenagem. Ele será de grande valor, também, para a realização de torneios de base, será uma versão reduzida do nosso estádio Franzé Moraes, com medidas oficiais. Por fim, nos permitirá treinar para duelos importantes fora de casa, em grama artificial”, concluiu Sandro Queiroz.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: