Clubes pleiteiam reconhecimento de competição continental e Ceará também seria afetado; confira

Foto: Divulgação/Coleção Corinthians

Clubes brasileiros lutam por reconhecimento da Conmebol

A extinta Copa Conmebol voltou à tona nos últimos dias após os clubes que venceram alguma edição pleitearem junto a Conmebol a unificação com a Copa Sul-Americana.

O impacto imediato, caso a mudança seja aprovada, seria no ranking da entidade, pois é calculado pela pontuação da Libertadores mais pontuação da Sul-Americana. Os critérios são “Performance” e “Coeficiente Histórico”. O primeiro condiz com os resultados das últimas 10 edições de cada torneio. Para 2023, serão considerados as colocações de 2013 a 2021, com depreciação de 10% dos pontos a cada ano mais distante no tempo.
Já os coeficientes históricos (de 2012 para trás) são com pontuação fixa, e é onde entrará, em caso de reconhecimento, os valores da unificação da Copa Conmebol.

Após o vice-campeonato da Copa do Brasil de 1994, quando foi derrotado pelo Grêmio em decisão polêmica por causa do árbitro Oscar Roberto Godoy, o Ceará garantiu vaga na competição continental do ano seguinte.

Em 1995, o Vozão enfrentou o Corinthians na primeira fase e caiu nas penalidades após dois empates. No Castelão terminou 0 a 0 e no Pacaembú foi 2 a 2. Nos pênaltis, o Timão avançou de fase ao vencer por 7 a 6.

Com os empates, o Ceará deve somar 4,8 pontos no ranking da Conmebol.

No comitê de clubes (formado pelos times das oitavas de final da Libertadores de 2022) deu parecer favorável, com 10 votos a favor, 3 contra e 3 abstenções. Porém, as confederações nacionais não votaram, e pediram mais prazo para uma decisão no conselho.

Os campeões e vices da Copa Conmebol:
1992: Atlético-MG / Olimpia
1993: Botafogo / Peñarol
1994: São Paulo / Peñarol
1995: Rosario Central / Atlético-MG
1996: Lanús / Santa Fe
1997: Atlético-MG / Lanús
1998: Santos / Rosario Central
1999: Talleres / CSA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: