“Humilhado e excluído”: Renato Kayzer revela motivos da saída do Fortaleza

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Maior contratação da história do Fortaleza (R$ 6 milhões) o atacante Renato Kayzer chegou ao clube em fevereiro para ser uma das esperanças de gols do Tricolor de Aço para a temporada. No entanto, depois de oscilar entre a titularidade e o banco de reservas, o jogador de 26 anos deixou o Leão do Pici com 23 jogos disputados e três gols assinalados, sendo emprestado ao Daejeon Citizen, da Coreia do Sul.

Na época do empréstimo, Kayzer estava treinando em separado do elenco e o Fortaleza decidiu que o atacante não atuaria mais pelo clube por problemas extracampo. No último dia 15, Renato concedeu entrevista ao canal 3 Pontos, dedicado ao Athletico Paranaense, e falou sobre sua saída do Tricolor de Aço. O atacante elogiou a postura do presidente Marcelo Paz, mas que se sentia humilhado.

“Com o presidente Marcelo Paz e o elenco foi show de bola, não tive problema nenhum com eles. Tanto é que fui muito homem, cheguei pra ele e falei que eu queria jogar. Todo mundo que trabalhou comigo me conhece e sabe que gosto de estar sempre ajudando, jogando e não ser humilhado e excluído”, revelou Kayzer.

Na Coreia, Renato Kayzer já marcou em cinco jogos. O atacante está emprestado pelo Fortaleza até o fim de 2022. Apesar de ter sido afastado pelo técnico Juan Pablo Vojvoda e ter jogado pouco pelo Leão, o jogador afirmou que não tem mágoa do Tricolor e diz torcer para o crescimento do clube.

“O problema não foi nem com o torcedor, com o presidente ou com o elenco. Foi outra coisa, mas coisa do futebol. Como falei, desejo tudo de bom pro clube e que cresça mais ainda. O Fortaleza sempre cumpriu os compromisso comigo, nunca deixou faltar nada. Quando conversei com o presidente, foi uma conversa de homem para homem e ele foi muito bom comigo. Não tenho nada para reclamar do Fortaleza. O clube é muito bom, estruturado, está crescendo bastante, estádio sempre lotado e a torcida sempre vai apoiar”, finalizou o atacante.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: