Ainda não acabou! Novo julgamento pode mudar classificação do Cearense 2022; Entenda

Foto: Matheus Amorim

Mesmo depois de meses depois do seu encerramento em campo, o Campeonato Cearense deve continuar sendo “disputado” nos tribunais. Desta vez a disputa não pode afetar a segunda fase da competição, que treminou com o título do Fortaleza, mas pode alterar um dos rebaixados para a Série B.

De acordo com o jornalista Toni Sousa, o Icasa recebeu uma intimação do Tribunal de Justiça do Futebol Cearense sobre o caso do jogador, Leandro Mendes, que atuou contra o Iguatu no empate por 1 a 1, na última rodada da primeira fase com 3 cartões amarelos. O julgamento está marcado para o dia 25 de agosto, às 14 horas, na sede do TJDF-CE. A ação foi protocolado pelo Atlético Cearense, que fez a denuncia.

O Icasa terminou a primeira fase na sexta colocação com 16 pontos. Os rebaixados foram as equipes do Atlético Cearense (13) e do Crato (5). De acordo com o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), a pena para esse tipo de irregularidade é de perda de três pontos e uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil para o clube que escalou o atleta de forma irregular. Além disso, os pontos eventualmente conquistados na partida em que o atleta atuou – no caso, 1 – não serão computados.

Com isso, caso o Icasa seja punido, ficará com 12 pontos, um a menos que o Atlético e será rebaixado para a Série B Cearense.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: