Campeão olímpico irá comandar a Rede Cuca na Superliga

Foto: Divulgação

Equipe cearense irá disputar a principal competição de vôlei

Na última edição da Superliga B, a Rede Cucaficou em terceiro lugar e bateu na trave em busca do acesso à elite do vôlei brasileiro. Nas semifinais, acabou derrotado pelo Araguari e adiou o sonho de disputar a principal competição da modalidade no país.

Em nota, a CBV explicou que a Comissão Independente de Advogados avaliou a regularidade financeira das 24 equipes aptas a participar da Superliga. O grupo entendeu que 23 estão regulares enquanto a equipe do Vôlei Funvic Natal não cumpriu com os requisitos estipulados do fair play financeiro e teve a inscrição indeferida.

Pelo regulamento, o substituto da equipe do Rio Grande do Norte deve ser o terceiro colocado da Superliga B 2021/22, caso do Instituto Cuca.

Habemus treinador

Como o nível da competição aumenta consideravelmente, a Rede Cuca irá contar com reforços nacionais para a montagem do elenco. Inicialmente, a equipe terá o treinador Marcelo Negrão no comando.

O profissional de 49 anos foi jogador de vôlei durante 27 anos. Foi campeão olímpico, aos 19 anos, em Barcelona (1992). Atleta desde a adolescência, Negrão atuou em diversos times do vôlei nacional e internacional, em países como Itália e Japão.

Como técnico, Marcelo Negrão teve experiências dirigindo times de base e profissionais, como a equipe do Sesi-SP e, até dezembro, comandou o time Sub-21de Mogi das Cruzes, time com um elenco jovem, finalizou a Superliga na décima posição.

O treinador desembarca em Fortaleza no dia 29 de agosto para assinar contrato e dar início à preparação da equipe cearense.

Seletivas Rede Cuca

Como parte das ações para estruturar o Rede Cuca Vôlei para a Superliga A 2022, a Rede Cuca, política pública da Prefeitura de Fortaleza executada pela Secretaria Municipal da Juventude, realiza, nesta segunda-feira (22/8), uma seletiva de atletas voleibol masculino.

A ideia é montar um time B da modalidade, cujos jogadores poderão ser, oportunamente, aproveitados também no time Rede Cuca Vôlei, que disputará a Superliga A, maior competição brasileira da modalidade. As avaliações acontecem das 17h às 19h30, no Cuca José Walter. Podem participar atletas de vôlei com mais de 18 anos, de todo o Ceará.

Rede Cuca Vôlei

O time Rede Cuca Vôlei, mantido pela Prefeitura de Fortaleza por meio da Secretaria Municipal da Juventude, está entre as 24 equipes que irão disputar a Superliga 1XBET 2022/2023 (Superliga A), principal competição brasileira da modalidade e uma das cinco maiores do mundo. A equipe cearense foi convidada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) a participar da Superliga A após a entidade desclassificar o Vôlei Funvic Natal (RN) por descumprir os requisitos de regularidade financeira. Pelo regulamento da competição, o Rede Cuca Vôlei era o primeiro da lista a ocupar a vaga aberta por ter sido o terceiro colocado na Superliga B 2021/2022.

O time Rede Cuca Vôlei foi montado apenas com atletas do Ceará, parte deles era de jovens que tiveram a sua formação de base dentro dos equipamentos da Rede Cuca. O sucesso da equipe é resultado do trabalho realizado nas práticas esportivas da instituição há mais de 10 anos. Em 2021, a equipe de voleibol masculino da Rede Cuca foi campeã da Superliga de Voleibol C, classificando-se para a Superliga B em 2022, competição que englobou equipes de estados como MG, RJ, SP, SC, GO, PR e CE.

Único representante das regiões Norte e Nordeste e contando apenas com atletas amadores, o time masculino de voleibol da Rede Cuca conquistou o 3º lugar na Superliga B 2021/2022.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: