“Vivemos grandes momentos”, diz Marquinhos Santos em despedida do Ceará

Foto: Thiago Gadelha/SVM

Após derrota por 1 a 0 no Clássico-Rei pela Série A do Campeonato Brasileiro que aconteceu no último domingo, 14, o Ceará anunciou a demissão do técnico Marquinhos Santos.

Contratado após a saída de Dorival Júnior para o Flamengo, Marquinhos comandou o Alvinegro por 17 jogos, conquistando 6 vitórias. No Vovô, ele acumulou eliminações na Copa do Brasil e na Copa Sudamericana, além do baixo rendimento no Campeonato Brasileiro.

Por meio das redes sociais de sua assessoria, Marquinhos Santos se despediu do clube e agradeceu a diretoria, atletas e torcida pelo convívio diário de muito respeito.

Gostaria de agradecer todo o apoio durante o período em que estive no comando do Ceará Sporting Club. Vivemos grandes momentos que ficarão guardados em minha memória, especialmente nas lindas festas promovidas pela torcida, com o Castelão lotado. Obrigado ao presidente Robinson de Castro, ao diretor de futebol Sérgio Dimas, ao Executivo Armando, ao Diretor João Paulo, funcionários, comissão técnica e atletas pelo convívio diário de muito respeito.

O Vozão agora corre para achar um novo comandante. De acordo com o repórter André Almeida, do Diário do Nordeste, seis nomes foram contatados pelo staff alvinegro.

O primeiro foi Vanderlei Luxemburgo, que não trabalha desde o ano passado quando saiu do Cruzeiro, alegou problemas pessoais para não aceitar o trabalho.

Procurado em outras oportunidades, Abel Braga deu uma resposta negativa mais uma vez por ter se tornado dirigente após a saída do Fluminense.

Renato Gaúcho, Odair Hellmann, Sylvinho e Ricardo Gomes foram outros nomes procurados, mas não aceitaram assumir o trabalho no segundo turno da Série A.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: