Sucesso da Copa do Nordeste faz competição ganhar força por retorno ao calendário; confira

Foto: Divulgação

Clubes tentam retorno para 2023

Com a saída do Paraná ainda nas oitavas de final do Campeonato Brasileiro Série D ao ser derrotado pelo Pouso Alegre, o clube vai ficar sem divisão nacional até 2024.

Como foi rebaixado no estadual, o clube tenta uma retomada e mais oportunidades de aumentar as receitas.

O presidente do Paraná Clube, Rubens Ferreira Silva, concedeu uma entrevista e o dirigente aposta na volta da Sul-Minas para 2023.

O Tricolor tem apenas a Divisão de Acesso do Paranaense para o ano que vem e trabalha com a possibilidade de ter mais um torneio. Rubão, como é conhecido, revelou que uma reunião com a Federação Paranaense de Futebol (FPF) está marcada para discutir a participação das equipes paranaenses na competição regional. 

– Todos sabem que o nosso calendário garantido é a divisão de acesso do Paranaense. Porém, há mais de dois meses, estamos trabalhando pela volta da Copa Sul-Minas. Vamos ter uma reunião com a Federação nesta semana. Depende dela também, que nos apoie. Seria desastroso a competição sem os times do estado do Paraná – disse o presidente.

Após o sucesso da Copa do Nordeste desde 2013, o retorno ou criação de competições regionais são analisadas no Brasil. A primeira delas foi a Copa Verde com equipes do Norte e Centro-Oeste.

Em 2023 dirigente continuam em contato com a CBF para ter o retorno da Copa Sul-Minas. O plano inicial é ter 12 times no torneio, sendo três de cada estado: Grêmio, Internacional e Juventude (RS); Avaí, Chapecoense e Criciúma (SC); Athletico, Coritiba e Paraná (PR); e América, Atlético e Cruzeiro (MG).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: