Marquinhos Santos revela o que faltou para o Ceará se classificar na Sul-Americana

Foto: Divulgação/Ceará

Em um jogo muito disputado e histórico na Arena Castelão, o Ceará venceu o São Paulo por 2 a 1 no tempo normal do jogo de volta das quartas de final da Copa Sudamericana. Os gols do Alvinegro foram marcados por Mendoza e Guilherme Castilho. O resultado levou a decisão do confronto para os pênaltis.

Nas penalidades, o Tricolor Paulista levou a melhor vencendo por 4 a 3 e eliminou o Ceará. Após a eliminação para o São Paulo na última quarta-feira, 10, Sul-Americana, o técnico Marquinhos Santos falou sobre a frustação da equipe, mas elogiou a atuação no jogo.

Não estou dizendo que a gente não se classificou por causa de Deus. Até porque do outro lado, Deus está no mesmo vestiário. Digo os planos de Deus, não a culpa é de Deus. Nós queríamos nos classificar, mas nossos planos nem sempre são os de Deus. Faltou competência para nós nos 90 minutos, nas penalidades. Claro que faltou. Em nenhum momento disse que Deus nos tirou da competição. Fiz o plano de classificar, os atletas também, mas tinha um grande adversário”, afirmou.

O Ceará teve a melhor campanha de um clube nordestino na competição. Na primeira fase, o Alvinegro conseguiu o feito de vencer os seis jogos e se tornou o primeiro clube a vencer todas as partidas dentro do grupo.

Na sequência, o Vovô ainda eliminou o The Strongest-BOL nas oitavas de final com dois triunfos. No total, o Ceará disputou dez jogos, venceu nove e perdeu apenas um.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: