Sem chances de acesso no Estadual, Floresta rescinde com 15 jogadores e comissão técnica; Nomes conhecidos do futebol cearense ficam sem clube

Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC

O Floresta vive um momento delicado na temporada. O clube que iniciou o ano sonhando com conquistas de objetivos maiores, pode viver um verdadeiro pesadelo no final de 2022.

Concentrado nas disputas da Série C do Campeonato Brasileiro e na segunda divisão do Campeonato Cearense, o Lobo da Vila formou duas equipes para não sofrer tanto com calendário e conseguir disputar as competições com força máxima.

Mas o planejamento não saiu como o esperado. Enquanto ainda luta para se manter na terceira divisão do Brasileirão (16° colocado faltando dois jogos), o Floresta já não tem mais chances de conquistar o acesso no Estadual, e disputará novamente a Série B em 2023.

E assim, sem chances de classificação, a diretoria Alviverde rescindiu com 15 jogadores do elenco que disputava o estadual, além de toda a comissão técnica. Entre os dispensados estão atletas conhecidos do futebol cearense como Everton Maranguape, Siloé e Max Oliveira. O técnico Raimundo Wagner também foi demitido.

Confira a lista completa:

  • Goleiro Gleibson
  • Zagueiros: Max Oliveira e Uesles
  • Laterais: Pedro Rosa, Lito e Gustavo
  • Volantes: Linconl, Victor
    Salvador
  • Meio-campo: Everton Maranguape e Matheusinho
  • Atacantes: Siloé, Rhuan, Clisman e Wandson

Comissão técnica

  • Técnico Raimundo Wagner
  • Preparador físico: Janderson Bessa
  • Preparador de goleiros: Thalisson

Para o confronto diante do Barbalha, o técnico do sub-20 Michel Lima junto com o seu elenco, entrará em campo para finalizar o estadual.

Floresta não tem mais chances de acesso para a elite estadual – Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: