Por garrafa arremessada, Fortaleza pode perder mando de campo e ser multado financeiramente; confira

Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC

Tricolor de Aço será julgado pelo STJD

O Fortaleza corre riscos de perder mando de campo no Campeonato Brasileiro. Na próxima terça-feira, 14, a 2ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai julgará o clube cearense no artigo 213 parágrafo III do CBJD “Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: – lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo”.

No dia 22 de maio, na derrota para o Fluminense na Arena Castelão, o árbitro Anderson Daronco colocou em súmula que uma garrafa jogada por uma torcedor do Fortaleza em direção a equipe de arbitragem acertou seu peito. Confira:

Súmula do árbitro Anderson Daronco - Foto: Reprodução/CBF
Súmula do árbitro Anderson Daronco – Foto: Reprodução/CBF

De acordo com o regulamento, essa infração pode gerar multa que pode variar de R$ de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais). Porém, quando o lançamento de objeto for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo, a entidade de prática poderá ser punida com a perda do mando de campo de 1 a 10 partidas.

O Fortaleza volta a entrar em campo na próxima quinta-feira, 9, às 20 horas contra o Goiás na Arena Castelão. Com cinco pontos na tabela, o Leão do Pici tenta reagir para deixar a lanterna da competição.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: