Clássico-Rei: Ceará ainda não foi mandante desde o retorno do público aos estádios

Foto: Divulgação

Clássico-Rei terá capacidade máxima pela primeira vez desde 2019

Nesta quarta-feira, 01, Ceará e Fortaleza farão mais um Clássico-Rei pelo Campeonato Brasileiro Série A e a torcida em maior número será tricolor, pois a divisão da Arena Castelão continua sendo 70% para o mandante e 30% para o visitante.

Com a pandemia causada pelo Corona Vírus, a população teve que mudar vários hábitos por mais de um ano inclusive deixar de frequentar estádios. Enquanto a torcida do Fortaleza reencontrou o clube após 570 dias, os alvinegros mataram a saudade três dias depois. No dia 02 de outubro de 2021, o Leão encarou o Atlético-GO e no dia 06 foi a vez do Vovô receber o Internacional.

Clássico-Rei após o retorno do público

Após mais de dois anos, o duelo entre Ceará e Fortaleza poderá receber a capacidade máxima da Arena Castelão. O último clássico com essa possibilidade aconteceu no dia 1º de fevereiro de 2020, quando Leão e Vovô duelaram pela primeira fase da Copa do Nordeste. A partida terminou empatada em 1 a 1 e 29.664 compareceram ao jogo.

Após esse duelo, 12 jogos foram disputados sem as duas torcidas em decorrência da pandemia e só em novembro de 2021 cerca de 28 mil pessoas estiveram presentes na goelada do Ceará por 4 a 0 diante do Fortaleza. O permitido pelo Governo do Estado era 70% da capacidade total.

Já em 2022, o Clássico-Rei só podia ter a presença de 30% dos torcedores por conta do aumentos dos casos de COVID-19 e 16.306 estiveram na Arena Castelão para acompanhar o empate em 1 a 1 pela Copa do Nordeste.

Com os 12 clássicos sem público e mais cinco com mando do Fortaleza, o duelo desta quarta-feira será o 17º em que o sócio torcedor alvinegro não tem a entrada liberada no duelo. A última vez aconteceu no primeiro turno do Campeonato Brasileiro Série A 2019, quando o Vovô venceu por 2 a 1, com gols de Thiago Galhardo e Felippe Cardoso.

Clássico-Rei

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: