Custo elevado pode tirar Guarani da Arena Romeirão

Foto: Aerlon Avelino/Agência Miséria

Leão do Mercado fará estreia em casa no próximo dia 17, terça-feira. Jogo está marcado para Arena Romeirão

Inaugurada há pouco mais de um mês, a Arena Romeirão já foi palco de amistosos e jogos oficiais pelo Campeonato Brasileiro das séries C e D, além do Campeonato Cearense da série B. Equipes como Icasa, Cariri, Ferroviário, Atlético/CE e até um combinado entre Fortaleza e Ceará já atuaram no moderno estádio. Mas, um dos “donos” do palco ainda não sentiu esse gostinho e, muito provavelmente não terá esse prazer, o Guarani de Juazeiro.

Sem atuar de forma oficial desde o dia 02 de dezembro de 2021, quando bateu o Grêmio Recreativo Pague Menos na final da terceira divisão do Campeonato Cearense, o Leão do Mercado vem se preparando para iniciar sua temporada na segundona estadual e busca, enfim, o retorno a elite do manjadinho. Mas, passando por problemas financeiros, a vida do Guarani não está das melhores. Logo na estreia da competição, a equipe de Juazeiro do Norte sofreu um WO devido a problemas no deslocamento até Sobral, onde enfrentaria o Guarany.

E agora, na preparação para a segunda rodada do Cearense, o rubro-negro pode não atuar em sua casa, a Arena Romeirão. Isso porque o remodelado estádio conta com taxas elevadas e, como já citado, o Leão não conta com uma saúde financeira em dia. Segundo o Site Miséria, a diretoria do Guarani estuda mandar seus jogos em dois prováveis estádios, o Lírio Callou, em Barbalha, e o Moraisão, na cidade do Crato. A diretoria do clube está avaliando qual a melhor alternativa. Porém, é importante ressaltar que a estreia em casa, marcada para o dia 17, terça-feira, deve ocorrer na Arena Romeirão.

Borderô da partida Cariri x Horizonte, na Arena Romeirão

CARIRI FC COM PREJUÍZO

A matéria do Site Miséria, assinada pelo jornalista Toni Sousa, traz ainda o balanço financeiro da estreia do Cariri Futebol Clube na rodada da série B do Campeonato Cearense contra o Horizonte. A renda total foi de R$10.896,00, mas a despesa geral foi de R$23.860,00, ou seja, a diretoria do clube juazeirense teve que desembolsar R$12.964,00 para custear toda a operação da partida.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: