Fortaleza, Sport, atletas e até o árbitro vão a julgamento no STJD após incidentes na final do Nordestão

(Foto: Reprodução/Instagram)

Tricolor de Aço venceu a partida e ficou com o título regional

O julgamento sobre os incidentes ocorridos na final da Copa do Nordeste 2022 foi marcado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Após mais de uma mês após a partida, a entidade definiu a audiência que vai julgar as infrações no duelo da Arena Castelão.

Vão a julgamento os clubes Fortaleza e Sport, o atacante Robson, do Tricolor de Aço, o treinador Gilmar Dal Pozzo e o preparador de goleiros Jorcey Anisio Santos, ambos do Leão da Ilha. Até o árbitro Marielson Alves Silva também será julgado.

Fortaleza

As informações são do jornalista Mário Kempes. Todos foram denunciados por infringir alguns artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Na súmula do jogo, o árbitro descreveu as expulsões da partida  (Robson e Jorcey), além de registrar o que arremesso de um celular no campo próximo ao goleiro do Sport, além da falta de energia nos minutos finais da partida.

O título do Fortaleza

O Fortaleza venceu por 1 a 0, com gol de pênalti de Yago Pikachu, e sagrou-se bicampeão da competição regional.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: