Com títulos e novos desafios, Vojvoda completa um ano no Fortaleza

Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC

No dia 4 de maio de 2021 o Fortaleza anunciou a contratação do técnico Juan Pablo Vojvoda. Desconhecido do público brasileiro, o técnico argentino chegava ao clube para substituir Enderson Moreira, demitido após eliminação na semifinal da Copa do Nordeste. O anúncio de Vojvoda pegou torcedores e imprensa de surpresa. Afinal, o Fortaleza estava apostando pela primeira vez em um profissional estrangeiro. O clube tentava recuperar uma identidade ofensiva perdida após a saída de Rogério Ceni, na metade de 2020.

Depois do desembarque e apresentação de Vojvoda no Fortaleza, era hora de trabalhar. O treinador argentino teria poucos jogos no Campeonato Cearense para conhecer o elenco visando o Campeonato Brasileiro. O medo do torcedor do Tricolor de Aço era brigar novamente contra o rebaixamento. Foi no dia 12 de maio, uma semana após o anúncio oficial, que Juan Pablo estreou pelo Leão do Pici. Em um jogo em Caucaia, com muita chuva e até queda de energia, o técnico viu seus comandados golearem o Crato por 6 a 0.

Se a primeira impressão é a que fica, a de Vojvoda com o torcedor do Fortaleza começou da melhor maneira impossível. Porém, três dias depois, o argentino já teria seu primeiro grande desafio: o Clássico-Rei.

Em seu primeiro Clássico, Vojvoda superou Guto Ferreira, treinador que fez grande trabalho no Ceará. A vitória por 2 a 0 com gols de Matheus Jussa e David deu a tranquilidade necessária para o argentino iniciar seu trabalho no Brasil.

O Campeonato Cearense seguiu, e o Fortaleza de Vojvoda conquistou mais duas goleadas, contra Icasa e Atlético Cearense. Em um novo Clássico-Rei, desta vez na final, o Leão do Pici segurou um empate por 0 a 0 com o Ceará e deu a Vojvoda o primeiro título profissional de sua carreira de treinador.

Vojvoda completa 1 ano no comando do Fortaleza - Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC
Vojvoda completa 1 ano no comando do Fortaleza – Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC

Após o título estadual, era hora de Juan Pablo Vojvoda mostrar sua competência em competições nacionais. O treinador iniciaria o Campeonato Brasileiro e teria mais uma vez o Ceará como adversário na Copa do Brasil.

O início do Brasileirão deu mostras de que o torcedor do Fortaleza poderia sonhar com algo maior com Vojvoda. A vitória contra o Atlético Mineiro por 2 a 1 na estreia e a goleada por 5 a 1 contra o Internacional, colocaram o Tricolor na liderança do Brasileirão. Em pouco tempo, o treinador que era desconhecido no futebol brasileiro virou pauta em todos os programas de esportes do país.

E quem apostava que o início de campanha no Brasileirão era coisa momentânea, com certeza deve ter perdido um bom dinheiro. O Fortaleza de Vojvoda ficou grande parte do Campeonato entre os quatro primeiros colocados. Sua pior colocação em 38 rodadas foi o sexto lugar, na reta final da competição. Porém, embora a equipe tenha passado por um momento conturbado na competição, inclusive sendo goleado pelo Ceará por 4 a 0, a ratificação do Fortaleza no G4 na última rodada veio coroar um campeonato quase perfeito, onde o clube garantiu sua primeira classificação para a Copa Libertadores da América.

Na Copa do Brasil, o Fortaleza também fez história. Eliminando o Ceará por 3 a 0, o CRB e o São Paulo por 3 a 1 na Arena Castelão, o Tricolor de Aço chegou pela primeira vez em sua história na semifinal da competição. A eliminação sofrida contra o Atlético Mineiro impediu o sonho do Leão do Pici de disputar a final da Copa do Brasil, mas não apagou o feito.

O Fortaleza de Vojvoda terminou 2021 em seu auge histórico. O Leão do Pici ficou entre os quatro melhores do Brasil em duas competições nacionais na mesma temporada, feito inédito para o futebol nordestino. Após o último jogo da temporada, o técnico argentino confirmou sua renovação de contrato ao lado do presidente Marcelo Paz.

  1. Novo ano, novos desafios. Apesar de disputar mais uma vez a Copa do Nordeste e o Campeonato Cearense, o planejamento do Fortaleza era focado na histórica participação na Copa Libertadores.

Em cenário estadual e regional, Vojvoda prevaleceu aos adversários novamente. Mesmo encontrando dificuldades para repetir a intensidade de 2021 e também para encaixar outro estilo de jogo, o treinador levantou pela primeira vez o troféu do Nordestão e pela segunda oportunidade a taça do Cearense. Vale destacar, que os três títulos conquistados por Vojvoda no Fortaleza foram de forma invicta.

As derrotas para River Plate e Colo-Colo na Libertadores e a sequência de quatro jogos se pontuar no Brasileirão, demonstraram que o Fortaleza precisa se reinventar e voltar a jogar bem. A vitória contra o Alianza Lima, a primeira do Tricolor de Aço na história da Libertadores, deu mostras de que a equipe pode reagir e trilhar novamente um caminho de glórias em 2022.

Na próxima quinta-feira, 5, o Fortaleza enfrentará o River Plate na Arena Castelão. O Leão de Vojvoda ainda briga por uma classificação para as oitavas de final da competição. E vamos combinar, nada representaria mais o Fortaleza de Juan Pablo Vojvoda do que uma vitória contra um time argentino na presença de mais de 50 mil torcedores…

NÚMEROS DA ERA VOJVODA

– 2021: 51 jogos, 25 vitórias, 10 empates e 16 derrotas
– 2022: 25 jogos, 14 vitórias, 6 empates e 5 derrotas
– Ao todo: 76 jogos, 39 vitórias, 16 empates e 21 derrotas // 58,3% de aproveitamento até aqui.
– Três títulos: Campeonato Cearense 2021 e 2022; e Copa do Nordeste 2022

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: