Lapidado por cearense, artilheiro do Brasil tem média incrível; confira

Foto: Aldo Carvalho

Mário Sérgio é o artilheiro do Brasil com 20 gols marcados

Na última década, Ceará e Fortaleza costumaram ter artilheiros do Brasil como Magno Alves, Robert e Gustagol, mas as últimas temporadas o feito não vem se repetindo.

Nessa temporada, o destaque do país é o atacante Mário Sérgio, do Fluminense, do Piauí, com 20 gols marcados em 20 jogos disputados, com a incrível média de um gol por jogo em jogos do Campeonato Piauiense, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro Série D.

Na Copa do Brasil, o centroavante marcou um gol diante do Santos e quase levou o Tricolor piauense a terceira fase da competição.

A equipe ainda tem o restante da Série D e a final do Campeonato Piauiense

Artilheiro lapidado por Marcelo Vilar

Cria do Bahia, Mário Sérgio chegou a disputar 14 jogos pelo time principal, onde marcou um gol e deu uma assistência, mas acabou dispensado. Além do Tricolor Baiano, o atacante passou também pelo Botafogo-SP, Remo e Botafogo-PB.

No ranking de artilheiros do país, Mário Sérgio está à frente dos artilheiros dos clubes da Série A. Hulk, do Atlético-MG; Gabigol, do Flamengo, Calleri, do São Paulo, e Raphael Veiga, do Palmeiras,. Da Série B, Hugo Rodallega, do Bahia.

Natural de Candeias, no interior da Bahia, Mário Sérgio foi contratado pelo Fluminense-PI em outubro de 2021, quando o clube iniciou o planejamento para 2022.

Marcelo Vilar vai fazendo um bom trabalho à frente do Vaqueiro. Vilar foi campeão piauiense com o Altos em 2021 após vencer o Fluminense-PI na decisão do torneio. O treinador comandou o Jacaré em 19 jogos nesta temporada, mas foi demitido pelo Alviverde no meio da disputa da Série C com o time fora da zona de classificação à próxima fase.

Marcelo Vilar tem 60 anos e é natural de Fortaleza. Ele começou sua carreira como treinador no Horizonte, do Ceará, em 1996. O técnico viveu grande fase ao passar por Palmeiras, Ceará e Fortaleza, e acumulou passagens recentes por Treze, Central e Ferroviário, onde faturou acesso e título da Série D.

A boa fase do atacante também é mérito do técnico, pois a equipe trabalha em prol das qualidades do atacante baiano.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: