Ceará e Botafogo sondaram cearense destaque nos Emirados Árabes

Foto: Divulgação/Al Wahda

Ceará acertou com Matheus Peixoto, mas buscou outros nomes

O cearense João Pedro recebeu duas importantes sondagens sobre a sua situação nos Emirados Árabes. Ceará e Botafogo procuraram os agentes do atleta, mas não chegaram a um acordo e acertaram com outros nomes.

Atualmente no Al Wahda, o atacante possui 11 gols marcados na principal liga do país sendo o terceiro artilheiro da competição. A equipe ocupa o segundo lugar, com 39 pontos, atrás do Al Ain, que tem 46.

Procura dos clubes

Na busca incessante por uma camisa 9, o Ceará as opções no mercado ficarem escassas após não conseguir o acerto com Elkeson. Com o mercado inflacionado e poucas opções, a diretoria alvinegra resolveu buscar opções em outros mercados até que chegou ao nome de João Pedro. Os números do jogador foram aprovados, mas o Al Wahda dificultou o negócio com os valores iniciais, além da qualidade de vida do atacante no país. Apesar da dificuldade, o Ceará demonstrou interesse, mas os dirigentes árabes não demonstraram vontade de negociar um dos principais jogadores do time sem uma compensação financeira.

Com a guerra entre Rússia e Ucrânia, a FIFA liberou que jogadores de outros países assinassem contratos emergenciais fora da janela de transferências e foi onde passou a ser o foco alvinegro. O primeiro nome foi o de Júnior Moraes, mas o jogador acabou aceitando a proposta do Corinthians. Apesar da concorrência, a opção mais viável foi Matheus Peixoto, do Metalist.

Outra equipe que encontrou resistência do Al Wahda foi o Botafogo. A equipe carioca tentou a contratação de João Pedro, mas esbarrou na má vontade dos árabes em não aceitar negociar um de seus destaques. Dessa forma, o departamento alvinegro, recém adquirido pelo bilionário americano Jonh Textor via SAF, acertou a contratação do Victor Sá, que se tornou o reforço mais caro da história do clube. O valor foi em torno de R$ 13 milhões para contar com o atleta, que assinaou por três anos. Ele deixa o Al-Jazira, também dos Emirados Árabes.

Bom momento nos Emirados Árabes

No último dia 22 de fevereiro, a partida entre Baniyas e Al-Wahda foi muito especial para João Pedro. Além de chegar à final da UAE President Cup, o atacante atingiu a marca de 50 gols atuando nos Emirados Árabes. O brasileiro chegou ao país na temporada de 19/20 e desde então marcou 52 gols em 84 jogos defendendo as cores de três equipes diferentes. Al Dhafra, Baniyas e, atualmente, Al-Wahda.

Além da marca que foi quebrada, JP acumula algumas conquistas e feitos ao longo das três temporadas nos Emirados Árabes. Ele foi eleito o melhor jogador estrangeiro do ano de 2020/21 e foi o principal responsável por classificar o Baniyas para a Champions Asiática, fato que não acontecia desde 2013.

Carreira do cearense

O centroavante foi revelado no Ferroviário, mas logo se transferiu para o Palmeiras. No Verdão, João Pedro marcou quatro gols em quatro jogos na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em seguida, o camisa 9 se transferiu para o Corinthians.

Ainda teve passagens por Santa Clara e Trofense, de Portugal, onde ficou cerca de três anos, até ter a oportunidade de jogar no Fortaleza, em 2015. Sem espaço com Marcelo Chamusca, o atacante acabou encerrando o ano com poucos jogos e gols apenas na Taça Fares Lopes.

Ceará acertou com Matheus Peixoto

Destaque na Série A do ano passado pelo Juventude com sete gols e 12 na temporada inteira, Matheus foi cobiçado pelo mercado, mas foi negociado com o Metalist, da Ucrânia. Por conta da guerra entre Rússia e Ucrânia, a FIFA autorizou que os jogadores que atuam nos dois países a assinarem com outros clubes, pois os campeonatos nacionais estão suspensos e sem previsão de retorno.

Ele somou 15 gols em 19 jogos pelo time na segunda divisão da Ucrânia. O atacante já jogou por Bragantino, Audax-RJ, Ypiranga-BA, Bahia, Fluminense de Feira-BA e Sport.

Ceará

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: