Ceará confirma chegada de Dentinho; veja os números do atacante

O atacante Dentinho, de 33 anos, foi anunciado como novo reforço do Ceará para a temporada 2022. Com o acerto, Dentinho é o nono atacante do vovô para a temporada. O contrato vai até o fim de ano.

Nas redes sociais, o jogador já havia postado uma mensagem enigmática, indicando o acerto com o novo clube. O contrato com o time ucraniano encerrou em novembro e o centroavante já tinha vontade de retornar ao futebol brasileiro.

Ceará confirma chegada de Dentinho; veja os números do atacante
Atleta chega com contrato até o final da temporada 2022

Natural de São Paulo, o jogador iniciou sua carreira no Corinthians. Pelo clube paulista, o atacante conquistou a Série B de 2008 e a Copa do Brasil, na temporada 2009.

Em quase dez anos na Ucrânia (jogou uma temporada emprestado ao Besiktas, da Turquia), Dentinho conquistou 16 títulos, sendo seis da liga nacional, mas tem números tímidos individualmente: 197 jogos e 29 gols. Como comparação, em quatro anos como profissional do Corinthians, ele marcou 55 gols em 187 jogos.

Sem mencionar que o ex-jogador do Corinthians esteve presente em sete conquistas da Liga Ucrâniana, seis da Taça da Ucrânia e duas supertaças locais. O brasileiro também é um dos jogadores que está há mais tempo no Shakhtar, perdendo apenas para os ucranianos Pyatov, Kryvtsov e Stepanenko.

FICHA TÉCNICA:

Nome: Bruno Ferreira Bonfim (Dentinho)
Posição: Atacante
Nascimento: 19/01/1989
Clubes: Corinthians, Besiktas, Shakhtar Donetsk e Ceará.
Títulos: Sul-Americano Sub-20 (2009), Série B (2008), Copa do Brasil (2009), Supertaça da Ucrânia (2016 e 2018), Taça da Ucrânia (2012, 2013, 2016, 2017, 2018 e 2019) e Campeonato Ucraniano (2012, 2013, 2014, 2017, 2018, 2019 e 2020).

Robinson esclarece situações no Ceará

Um fato que chamou a atenção foi a presença de vários diretores do clube inclusive do presidente do Conselho Deliberativo, Evandro Leitão, junto do mandatário na sala de imprensa alvinegra. Robinson se disse frustrado pela eliminação no Estadual, que descreveu como inaceitável.

“Essa eliminação nos trouxe frustração. Foi uma eliminação justa, mas inaceitável para o tamanho do clube, com todo respeito ao adversário. Independentemente dos problemas, não há justificativa para o Ceará não se classificar. Temos que ter humildade e respeito ao adversário. Nesse momento, peço desculpas porque é o que nos resta. Vamos agir. Estou envergonhado com o que aconteceu e sei que o torcedor, os jogadores e quem faz o Ceará também está. Algumas poucas pessoas devem estar vibrando, mas isso faz parte do futebol. Para a gente, isso é motivo de assimilar essa pancada”.

Com a precoce eliminação no Campeonato Cearense, o presidente alvinegro confirmou mudanças no clube tanto no futebol quanto na parte administrativa. Além da saída do executivo de futebol, Jorge Macedo, Bruno Reis, gerente de comunicação, Daniel Azambuja, auxiliar técnico permanente do clube e o preparador físico André Volpe não fazem mais parte do Ceará.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: