Sem categoria

Skate: Cearense é vice-campeão mundial, confira a trajetória de Lucas Rabelo

Imagem: (Reprodução/Instagram: SLS)

Skatista de Fortaleza finaliza com quatro manobras sensacionais e garante medalha de prata em última etapa da SLS 2021

Neste Domingo, 14, o Cearense Lucas Ribeiro alcançou o segundo lugar do pódio entre os melhores skatistas do planeta. Além de Lucas Rabelo, o Final Four foi formado por e Nyjah Huston (EUA), Jagger Eaton (EUA) e Gustavo Ribeiro (POR). Lucas foi muito bem e conseguiu duas notas acima de 9 (9.3 e 9.1), aumentando sua nota para 27.3 pontos. Com isso, ele ficou com o segundo lugar no mundial de Skate Street. Jagger Eaton levou o ouro, com 27.5 pontos, e Gustavo Ribeiro levou o bronze, com 26.3 pontos.


Lucas não foi o primeiro brasileiro à competir no dia, Kelvin Hoefler, medalhista olímpico, fez sua exibição antes do cearense. Kelvin Acertou as três primeiras manobras, mas acabou errando as últimas duas, ficando com 7.1. Com a moral também alta por ter vencido a qualificatória, Lucas levou um 7.7 e foi o melhor classificado entre os brasileiros, a nota poderia ter sido ainda maior se não fosse um erro na quarta tentativa executada.

As quatro manobras

O atleta cearense caiu em duas das quatro manobras e acabou se complicando. Mesmo pressionado, Lucas levou um 8.9 e voltou com tudo para a disputa. Em seguida, com a queda de Kelvin Hoefler, Lucas precisava de um 8.2 para passar entre os quatro. Com um board slide de front, ficou com 25.3 (A manobra rendeu 8.7) e teve a chance de executar as duas manobras extras atrás. Na classificação, ficou atrás de Jagger Eaton, Gustavo Ribeiro (26.3) e do multicampeão Nyjah Huston (26.2)

+Leia Mais | E-Sports: Ceará, Ferroviário e Icasa estreiam na modalidade 11×11 do Brasileirão de futebol digital 2021

Suspiro final e medalha de prata

Apenas um “milagre” ajudaria o brasileiro a garantir o pódio, e foi o que ele fez acontecer: Na primeira das duas manobras, levantou a torcida ao conseguir um 9.3, maior nota do dia. Com isso, pulou para a 2ª colocação. Na sequência, os três estrangeiros erraram. Na última tentativa, brilhou novamente e garantiu a vice-colocação com um 9.1, com as quedas do americano e em seguida do português Gustavo Ribeiro, o cearense se tornou vice-campeão mundial.

Siga o Futebol Cearense no Twitter e no Instagram!

Deixe uma resposta