Ceará FC MEMÓRIA

Documentário do Ceará sobre o pentacampeonato cearense é selecionado em festival de cinema sobre futebol

Obras de todo o mundo concorrem ao prêmio

Nesta segunda-feira, 08, o Cinefoot, Festival de Cinema de Futebol, divulgou os finalistas que vão concorrer ao prêmio de melhores produções da América Latina. Dentre os selecionados, o documentário “O PENTA”, produção do Ceará Sporting Club para Vozão TV, foi escolhido entre os melhores curtas-metragens.

Anúncios

Sobre o documentário

A produção é sobre a história do seu pentacampeonato cearense, conquistado no início do século passado entre os anos de 1915 e 1919.Dirigido por Israel Branco e produzido pela comunicação do clube em parceria com o Departamento de Cultura, Biblioteca e Documentação, o curta vai concorrer com obras do mundo inteiro.

O curta-metragem traz depoimento de torcedores e ex-dirigentes, além de fotos e recortes de jornais da época também são usados para contar como foi o penta.

Em entrevista exclusiva ao Portal Futebol Cearense, o diretor da produção, Israel Branco, comentou sobre o desenvolvimento do projeto e a indicação entre as melhores obras da América Latina.

“Ser selecionado pelo Cinefoot mostra que o projeto que estamos desenvolvendo com o Centro Cultural do Clube é sólido. Entre o meu trabalho na comunicação e o meu trabalho com o Centro Cultural do Ceará, já pude dirigir 6 curtas e um média-metragem por lá (Invictos, sobre as Copas do Nordeste) e tem mais sendo feito. O clube tem tido esse tipo de produção como uma prioridade e acho que isso é bom, porque é um tipo de produção mais lenta e detalhada, que envolve muita pesquisa e muito mais tempo de pós-produção. Acho que o Clube tem tido a visão de dar a devida importância a esse tipo de produção e isso parte da gestão que o Pedro Mapurunga tem feito da pasta cultural de lá.”

Com gravação em tempo recorde e muitos recortes da época, o material foi detalhado e esmiuçado pelo produção para ser entregue ao torcedor com todas as informações necessárias.

Quanto ao filme em si, foi uma produção um tanto desafiadora, mas ao mesmo tempo que correu de forma muito orgânica. Gravamos antes da pandemia estourar aqui no Brasil. O Thiago Eloi, historiador do clube, articulou com a maior parte dos entrevistados e assim pudemos gravar em um tempo recorde. Conheci o Lucas, personagem principal do filme, através de um amigo, Êneo (que estava na produção do filme), e o convidei para ser esse personagem que traria o ponto de vista. Como qualquer torcedor, o Lucas ficou super empolgado e a proposta era simples: visitar diversas pessoas e deixar que o Lucas aprendesse sobre os campeonatos cearenses de 1915 a 1919. A minha tarefa foi de acompanhar esse processo de descoberta. O bom do filme é que ele simplifica muita coisa que muita gente não sabe sobre o caso e, intencionalmente, a narrativa do filme convida a todos para se colocarem no lugar do Lucas e também conhecerem a história.”

Festival

O CINEFOOT, único festival de cinema de futebol do Brasil e pioneiro na América Latina, é dedicado exclusivamente ao tema sobre futebol, o Cinefoot ocorre anualmente em várias cidades brasileiras. Iniciada no ano de 2010, o festival possui eventos paralelos, como debates, oficinas, concursos de vídeos e homenagens, além do evento competitivo, premiando os melhores colocados.

Esta será a 12ª edição e vai ser realizados entre os dias 2 a 9 de dezembro, de forma online e gratuita para todo o Brasil. Dos 29 títulos em competição, 11 são brasileiros e 18 são internacionais representantes da Espanha, Chile, Portugal, Reino Unido, Colômbia, Turquia, França, Egito, Estados Unidos, Itália, Noruega, além de coproduções Argentina/Espanha, Alemanha/Suíça, Bélgica/França e México/Espanha.

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS

– ALGO MAIS QUE UMA PAIXÃO. Dir. Carlos Troncoso (Espanha)

– DAYDREAM BELIEVERS. Dir. Chris Johnson (Reino Unido)

– EM BUSCA DA HISTÓRIA DO CRUZEIRO. Dir. Gustavo Nolasco e André Amparo (Brasil)

– HISTÓRICAS. Dir. Grace Lazcano e Javiera Court (Chile)

– INVICTOS – O TÍTULO DA LUSA NA COPINHA DE 1991. Dir. Cristiano Fukuyama e Luiz Nascimento (Brasil)

– NEM NAS BOAS, NEM NAS MÁS. Dir. Walter Carnevale (Espanha/Argentina)

– O VICE DE OURO. Dir.  Nícollas de Oliveira (Brasil)

– RAYADOS 75. Dir. Fernando Kalife (México/Espanha)

– TIME DE FÁBRICA. Dir. Sérgio Azevedo (Brasil)

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS

– A GLÓRIA É DELAS. Dir. Yohana Scaranare e Angelo Martins (Brasil)

– AGORA PODEMOS MORRER EM PAZ. Dir. Arnaud Guez (Bélgica/França)

– ALEFA DAGO. Dir. Arthur Bourgogne, Antoine Brandalac e Jo Raharijim (França)

– BOLA F.C. Dir. Raúl San Roman (Espanha)

– CAMPEÃO. Dir. Hugo de la Riva (Espanha)

– CARTA AO MAGRÃO. Dir. Pedro Asbeg (Brasil)

– CHUTEIRAS. Dir. Abdullah Sahin (Turquia)

– DOHA. Dir. Farzad Samsami (Noruega)

– ERA UMA VEZ NO CAFÉ. Dir. Noha Adel (Egito)

– INTERVALO. Dir. Bernabé Rico (Espanha)

– MANOTAUROS: UMA HISTÓRIA DE RAÇA. Dir. Thalison Marques (Brasil)

– MENINAS FALAM SOBRE FUTEBOL. Dir. Paola Sorrentino (Itália)

– MOACYR BARBOSA. Dir. Emílio Domingos (Brasil)

– NA TRAVE. Dir. André Sodré (Brasil)

– O GOLEIRO SOLITÁRIO. Dir. Andre Andreev (Estados Unidos)

– O JOGO. Dir. Roman Hodel (Alemanha/Suíça)

– ONDE É A PARTIDA? Dir. César Augusto Romero (Colômbia)

O PENTA. Dir. Israel Branco (Brasil)

– UM JOGO DESCONHECIDO. Dir. Maria Inês Pedroso (Portugal)

– VÁRZEA NOSSA DE CADA DIA. Dir. Fábio Marcelino (Brasil)

Em nosso canal no Youtube, já comentamos sobre o pentacampeonato do Ceará

Na Vozão TV, o Ceará disponibiliza para uma aba com vários documentários sobre clube desde o passado até o presente com futebol feminino e futsal.

Deixe uma resposta