BRASILEIRÃO Ceará

Ceará empata com o Bahia na Arena Fonte Nova e segue sem vencer como visitante no Brasileirão

Foto: Israel Simonton / Ceará SC

O confronto marcou o primeiro reencontro com o ex-treinador alvinegro Guto Ferreira

No primeiro embate contra o seu ex-treinador Guto Ferreira, o Ceará empatou em um a um com o Bahia na noite desta quarta-feira, 27, em partida atrasada pela 23ª rodada do Brasileirão. Mendoza abriu o placar para o Vovô, mas Gilberto, com um golaço de fora da área, empatou para o tricolor.

Com o resultado, o Ceará chega a sete partidas sem vencer e segue sem triunfar como visitante na competição. Na tabela, soma mais um ponto na e chega aos 33 na 14ª posição. A equipe alvinegra volta a entrar em campo no próximo domingo, 31, quando enfrenta o Fluminense na Arena Castelão às 16h pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Primeiro tempo

O jogo começou com uma boa oportunidade para o Ceará, quando depois do primeiro toque na bola, Fernando Sobral achou um lançamento para Mendoza na área do Bahia, mas acabou chutando em cima de Danilo. Com o passar do tempo, o Tricolor saia mais para a partida, enquanto o Vovô optou por jogar nos contra-ataques, mas sem conseguir de fato “assustar” o adversário. Em uma dessas chegadas, Nino Paraíba, em um chute de média distância acertou a trave de João Ricardo

Sem aproveitar a maior posse da bola em mais chances reais e se aproximando do final da primeira etapa, a equipe baiana diminuiu um pouco o seu ritmo, dando maior liberdade para o Ceará. O clube alvinegro trocava mais passes, mas sem maior objetividade ofensiva. Nos acréscimos, Jael ainda cobrou uma falta frontal ao gol do Bahia, mas parou em boa defesa de Danilo.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o Ceará manteve a sua posse de bola no final da etapa passada e, logo aos oito minutos, conseguiu abrir o placar. Bruno Pacheco avançou pela esquerda, tocou para Mendoza no meio, que tabelou com Vina e Jael respectivamente e recebeu na pequena área para abrir o placar. Porém a alegria durou pouco, pois depois de erro no ataque alvinegro, o Bahia arranjou um contra-ataque com destino ao Gilberto, que de fora da área fez um golaço.

Com o passar dos minutos, as equipes começaram a afrouxar suas marcações e os ataques conseguiam, algumas vezes, levar perigo ao adversário. Até que Cléber, que havia entrado na segunda etapa, levou dois cartões amarelos em um intervalo de tempo de dois minutos, expulso. A partir disso, a partida se tornou um ataque contra defesa, mas o Bahia não aproveitou. Fim de jogo.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro – 23ª Rodada

Bahia (0) x (0) Ceará

BAH: Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio, Matheus Bahia; Jonas (Lucas Araújo) [Edson], Patrick, Raí Nascimento, Daniel (Juan Ramirez), Juninho Capixaba (Ronaldo César); Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira.

CEA: João Ricardo; Gabriel Dias, Messias, Luiz Otávio, Bruno Pacheco; Fabinho, Fernando Sobral, Vina (Kelvyn); Mendoza (William Oliveira), Jael (Cléber) e Erick (Rick). Técnico: Tiago Nunes.

Gols: BAH: Gilberto. CEA: Mendoza.

Cartão amarelo: BAH: Matheus Bahia, Nino Paraíba e Lucas Araújo. CEA: Bruno Pacheco e Cléber (2x).

Cartão vermelho: BAH: Nenhum. CEA: Cléber.

Local: Arena Fonte Nova – Salvador/BA

Arbitragem:

  • Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI);
  • Assistente 1: Oliveira Braga (PI);
  • Assistente 2: Mauro Cezar Evangelista de Sousa (PI);
  • Árbitro de Vídeo (VAR): Thiago Duarte Peixoto (SP).

Deixe uma resposta