Atlético Cearense CAMPEONATO BRASILEIRO Série D

Penúltimo degrau: Atlético Cearense recebe Ferroviária, em jogo de ida na decisão por acesso

Foto: Kely Pereira/FC Atlético Cearense

Neste domingo (10), o Atlético inicia os 180 minutos mais importante de sua jovem história. Os primeiros 90 minutos dessa decisão, será na cidade de Horizonte, na Grande Fortaleza, no estádio Domingão. A Águia enfrentará a perigosa Ferroviária/SP, time de melhor campanha dentre os oito classificados para as quartas de finais do torneio, enquanto a mesma, é dona da 8ª campanha, sendo este, o critério que definiu os confrontos desta fase.

Decisão sem público

Apesar da liberação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para abertura dos portões, o Atlético já havia comunicado, por meio de sua presidente, Maria Vieira, que o clube seguirá sem torcida em seus jogos, na Série D 2021.

E como determina a própria CBF, os duelos só poderão ter público, se as duas equipes obterem liberação. Dito isso, os dois jogos terão portões fechados.

VAI TER VAR!

No dia 22 de julho, a CBF comunicou que as Séries B,C e D passariam a contar com o Vídeo Assistant Referee, ou VAR, como é conhecido no Brasil, o recurso utilizado pela arbitragem, para auxiliar nas decisões de campo. A entidade brasileira definiu que para a Série D, o VAR estrearia justamente nesta fase.

Ao longo da semana, a CBF enviou representantes aos clubes, onde ministrou palestras para os oito elencos, que disputam a fase atual da competição, informando todo o protocolo do equipamento.

Foto: João Vítor/FC Atlético Cearense

Atlético

É a terceira vez que o Rubro-negro disputa a Série D, sendo esta, sua melhor campanha. Para coroar a trajetória dos comandados de Raimundo Wagner, falta um degrau para o tão sonhado acesso. Durante a campanha, o clube passou em 4º na chave A3, com 21 pontos. No mata-mata, eliminaram Juazeirense/BA e Paragominas/PA.

Entre os principais destaques, o goleiro Carlão. O camisa 1 foi herói da classificação contra a Juazeirense/BA, na 2ª fase, quando pegou pênalti no tempo normal e na decisão por penalidades, defendeu mais um, além de converter a última cobrança. Outros nomes a citar, são o do zagueiro Waldson, xerife Rubro-negro e do atacante Erick Pulga, que assumiu a artilharia do time, após a saída do volante Olávio. Foram 6 gols no torneio, sendo 2 tentos nos 2 jogos diante do Paragominas, na fase anterior, sendo decisivo para a classificação.

Ferroviária

A Locomotiva já disputou todas as divisões do futebol nacional. Em 2002, disputou pela última vez a Série C do Brasileirão, quando esta ainda era a última divisão. Sumido no cenário, o clube Grená estreou na Série D em 2018 e desde então, luta para um retorno para divisões acimas. Contudo, em 2019 e 2020, caiu na segunda fase.

E 2021 pode ser o ano da Ferroviária, que chega na fase do acesso, com a melhor campanha dentre os clubes vivos no torneio, chegando a ter 17 jogos de invencibilidade no certame. E, como destaques do time atual, vale citar Bernardo, referência no setor ofensivo. Júlio Vitor é outro nome a citar. Cria da base, o atacante marcou o gol da classificação, diante do Esportivo/RS.

Anúncios

Desfalques

Atlético: O único desfalque confirmado, é o de Dudu Itapajé, julgado por uma confusão com Ferrugem, jogador do Treze-PB, ainda na primeira fase. Dudu pegou quatro jogos de suspensão pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Claudivan é o favorito para herdar a vaga.

Ferroviária: O técnico Elano Blumer terá apenas o meia Ian Lucas como desfalque, após ter sido expulso no último jogo. PH deverá ser o substituto.

Ficha Técnica

Atlético/CE x Ferroviária/SP
Brasileirão Série D – Quartas de finais, jogo de ida
Local: Estádio Domingão (Horizonte/CE)
Data/horário: 10 de outubro, às 15 horas
Transmissão: Eleven Sports/CBF TV e TV Brasil

Arbitragem

Árbitro Principal: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS)
Árbitro Assistente 1: Leandro dos Santos Ruberdo (MS)
Árbitro Assistente 2: Cicero Alessandro de Souza (MS)
Quarto Árbitro: Augusto Domingos Borges Ortega (MS)
Quinto Árbitro: Eleutério Felipe Marques Junior (CE)
Analista de Campo: Marcos Antonio da Silva Sampaio (CE)
Árbitro de Vídeo: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (GO)
AVAR: Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
Observador de VAR: Marrubson Melo Freitas (DF)

Anúncios

Deixe uma resposta