CAMPEONATO BRASILEIRO Ceará Fortaleza

TNT Sports anuncia que não irá transmitir a Série A em 2022; saiba como ficam os clubes

Foto: Divulgação

Clubes tem possibilidade de costurar um novo acordo

Na noite desta terça-feira, 28, a Turner International Latin America, Inc. – Grupo WarnerMedia, dona da TNT Sports, anunciou que não transmitirá o Campeonato Brasileiro Série A em 2022.

Em agosto de 2020, os sete clubes com contrato ativo com a Turner para o Brasileirão (Palmeiras, Santos, Coritiba, Athletico, Fortaleza, Ceará e Bahia) acertaram problemas pendentes com a programadora em relação ao contrato, que dura até 2024.

No acordo, havia o entendimento de que a empresa americana poderia sair do Brasileirão em 2022 sem que fosse necessário o pagamento de multa aos clubes. Como a Turner optou pela saída, os direitos foram devolvidos aos clubes e as agremiações se mantém em bloco para renegociar os direitos de transmissão com outros grupos de televisão.

Acordo ainda em 2016

Ainda como Esporte Interativo, a programadora fechou contrato para o Brasileiro, de 2019 a 2024, com sete clubes da Série A, sete da Série B, e um da Série C, na época.

No período, estavam na Série A, Athetico-PR, Coritiba, Internacional, Santos, Santa Cruz, Figueirense e Ponte Preta. NaSérie B, assinaram Bahia, Ceará, Sampaio Corrêa, Criciúma, Joinville, Paysandu e Paraná. E o Fortaleza na Série C.

Valores e imbróglio

O somatório pode variar a cada temporada por causa do acesso e descenso – e também do valor previamente atribuído a cada equipe. O modo de rateio segue como o divulgado: 50% (dividido igualmente), 25% (desempenho) e 25% (audiência).

Em abril de 2016, durante cerimônia de assinatura do contrato, o ex-presidente do EI, Edgar Diniz, anunciou que o acordo valia R$ 550 milhões por temporada.

Durante o período, os clubes tiveram algumas divergências com a emissora e quase quebraram o contrato, mas o principal problema foi nas luvas de assinatura pagas antecipadamente as agremiações que fecharam com a Turner. Enquanto representantes dos times afirmavam que as luvas eram valores à parte e não entram no montante total do contrato, a empresa americana descontou as quantias do bolo a ser dividido. A fatia seria de R$ 192,5 milhões por tempora, isso na visão dos clubes. De acordo com a programadora, porém, o resultado diminuiria consideravelmente e ficaria na casa dos R$ 141 milhões.

Briga com o Fortaleza

O Fortaleza acionou o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) em outubro de 2019 para tentar um ajuste financeiro que equipare o contrato do Fortaleza com o outros clubes que assinaram com a Turner para a transmissão de seus jogos do Campeonato Brasileiro na TV fechada através do canal TNT. O Leão recebia um valor consideravelmente menor, mas em agosto de 2020 conseguiu a vitória. Antes, o Leão do Pici recebia R$ 9 milhões fixos por temporada, em acordo fechado quando o clube ainda estava na Série C do Brasileirão. Passou a ganhar cerca de R$ 15 milhões.

Nota oficial da Turner

A Turner International Latin America, Inc. – Grupo WarnerMedia, empresa líder em meios de comunicação, notícias e entretenimento, informa que não exercerá o direito de transmitir o Campeonato Brasileiro da Série A, sob a marca TNT Sports a partir de 2022. A decisão não afetará a edição atual do torneio, que será exibida com a mesma qualidade de sempre na PayTV pela TNT e nas plataformas digitais Estádio TNT Sports e HBO Max, até 5 de dezembro de 2021.

A decisão, amparada pela cláusula de saída prevista em contrato, foi tomada porque a oferta de transmissão fragmentada do Campeonato Brasileiro de Futebol não permite à companhia proporcionar uma experiência integral aos seus assinantes. Com venda pulverizada para a TV aberta e outras plataformas, além de outros fatores limitantes como falta de jogos exclusivos e os blackouts, o modelo atual não é sustentável para a companhia.

A WarnerMedia Latin America reforça seu comprometimento com o conteúdo local e continua acreditando no esporte como uma excepcional plataforma para gerar conexões emocionais com a audiência. Neste sentido, seguirá trabalhando para adquirir direitos de transmissão que atendam nossa estratégia de priorizar investimentos em conteúdos mais completos e que proporcionem a melhor experiência aos usuários, sob o slogan da TNT Sports, “Paixão sem Limites”.

Agradecemos imensamente a todos aqueles que participaram deste projeto por terem compartilhado conosco momentos únicos que só o futebol pode criar. Aos clubes parceiros, queremos expressar nossa gratidão e o desejo de sucesso, dentro e fora de campo. Aos nossos fãs apaixonados por futebol, queremos reiterar nosso compromisso de entregar conteúdo de qualidade, com uma oferta cada vez maior de competições, Brasil afora.


Deixe uma resposta