CAMPEONATO BRASILEIRO Ferroviário Floresta Série C

Floresta vence Ferroviário e garante permanência na Série C; Clube Coral desperdiça chance de classificação

Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC

Tubarão da Barra viu os resultados que precisava acontecerem, mas não fez o seu papel e acaba fora da briga pelo acesso para a Série B

Na tarde deste sábado (25), foi disputada a última rodada da primeira fase do Brasileirão Série C. Quase todos os 10 jogos, dos grupos A e B foram disputados simultaneamente, às 17 horas. O único que fugiu a regra, foi o duelo dos rebaixados do grupo B, Paraná x Oeste, que entram em campo duas horas antes.

Com confrontos regionalizados e várias decisões em aberto, à tarde foi animada. Para os cearenses, Ferroviário e Floresta, emoção até o final. As suas equipes entraram em campo, no estádio Vovozão. Confira o esquema de resultados que os clubes alencarinos precisavam para alcançar seus objetivos:

Ferroviário

Na 5ª colocação, com 24 pontos, o time de Anderson Batatais precisava vencer e dependia da derrota do Manaus ou do Botafogo/PB para entrar no G-4 e seguir o caminho, na busca para o acesso à Série B. Caso o Gavião do Norte empatasse, já se classificava. Já o Belo, com empate, poderia ser ultrapassado pelo Tubarão da Barra, se este tirasse uma diferença de 3 gols de saldo.

Floresta

O Lobo da Vila dependia apenas de si. Bastava um simples empate, para se manter na Série C, livrando-se do rebaixamento. A equipe entrou na rodada na 8ª posição, com 18 pontos. A Jacuipense/BA, concorrente do time cearense, tinha 3 pontos a menos e mesmo que igualasse a pontuação, precisava tirar uma diferença de 6 gols de saldo.

Primeiro tempo

Como era de esperar, a partida começou nervosa. As duas equipes precisavam pontuar para atingir seus respectivos objetivos. Mas logo com 2 minutos, Berguinho já subiu a temperatura e quase abriu o placar. A bola passou por cima da meta defendida por Tony. A resposta Alviverde veio rápida e perigosa. Marcos Martins ganhou pela esquerda e bateu para o gol, mas parou em Rafael.

Na marca dos 10 minutos, os demais jogos aumentaram a tensão para os cearenses. Na Bahia, a Jacuipense abria o placar diante do Altos, mas o tento foi anulado. Já na Curuzu, em Belém, Rildo colocou o Paysandu na frente, diante do Manaus. A essa altura, o Ferrão precisava apenas fazer sua parte para se classificar. Para o Floresta, o risco subiu. Apesar do gol anulado, a Jacuipense fez dois gols, em menos de 10 minutos de diferença e fez os baianos pressionarem o Alviverde.

Anúncios

Enquanto os demais jogos da rodada ferviam, o cenário não era diferente no Vovozão. Aos 23 minutos, Diego Viana achou Edson Cariús, mas o camisa 35 furou e perdeu boa chance. Em seguida, foi a vez de Jô, para o Floresta, levar perigo. O número 5 chutou de fora e obrigou Rafael a trabalhar. Aos 32, Alisson Mira, dentro da área, desperdiçou a melhor chance Alviverde, na etapa inicial.

Outro resultado importante para o Ferroviário, a essa altura, era a vitória parcial do Volta Redonda sobre a Tombense. Os mineiros abriram o placar fora de casa, mas foram surpreendidos e tomaram a virada. O placar tirava o Voltaço da 6ª posição, atrás do Ferrão e classificava os cariocas.

Quem esperava um Ferroviário mandando no jogo, viu o Floresta crescer na reta final da etapa. Aos 35 minutos, mais uma grande chance dos comandados de Leston Júnior. Depois de bate, rebate na área, Jô pegou a sobra e finalizou. A bola passou por cima da meta de Rafael.

O gol Alviverde tava maduro. Simultaneamente a esse momento, gol do Altos. Reinaldo Lobo diminuia para o Altos, ajudando o Lobo da Vila, que parecia sentir o bom momento. Pois foi aos 40 minutos, que Marcos Martins cruzou bonito para Elielton, que de primeira, bateu e abriu o placar.

Essas boas energias para o Floresta, eram o extremo oposto para o Ferroviário. Mal na partida, após sofrer o gol, ainda viu Cleiton marca de pênalti, para o Botafogo/PB. O resultado diante do Santa Cruz/PE, classificava o Belo e prejudicava o Peixe.

Final de primeiro tempo:

Ferroviário 0x1 Floresta
Paysandu 1×0 Manaus
Santa Cruz 0x1 Botafogo/PB
Jacuipense 2×1 Altos
Volta Redonda 2×1 Tombense

Segundo tempo

Para a etapa final, Anderson Batatais já iniciou com duas alterações: Dudu e Mauri entraram no lugar de Emerson Souza e Diego Viana. Era tudo ou nada para o Clube Coral, que tinha 45 minutos para virar a partida e continuar sonhando.

A maré para o Floresta seguiu positiva. Logo com 1 minuto do segundo tempo, o Altos empatou o jogo, com Betinho, diante da Jacuipense. A essa altura, o Alviverde poderia até perder, que escapa do descenso. Enquanto isso, no Vovozão, inicio de etapa sem grandes chances. Apenas a boa chance de Mauri, aos 9 minutos, que parou em Tony.

Com jogo morno, os outros jogos passaram a favorecer mais o Ferroviário. Eduardo, aos 16 minutos, empatava o jogo para o Santa Cruz, na Arena Pernambuco, contra o Botafogo/PB. Na Curuzu, o Papão ampliava com Danrlei, sobre o Manaus. Com isso, o Tubarão da Barra aumentava suas chances e precisava apenas virar o jogo.

Sem uma mudança significativa no jogo, Batatais mudou novamente: Thiago Aperibé e Gabriel Silva entraram nos lugares de Edson Cariús e Augusto. Leston Júnior também mexeu e colocou Yuri no lugar de Primão. Tudo isso, antes dos 20 minutos da etapa derradeira.

Mesmo com tantas substituições, nada de chances de gols. O fato já parecia consumado. As duas equipes não conseguiam produzir chances e o placar caminhava para permanecer sem mudanças. Mauri, aos 35 minutos, até tentou, em boa finalização, mas mandou para fora.

E foi justamente na marca dos 35 minutos, que a Jacuipense desempatou seu jogo, em gol marcado por Bruninho. Mesmo assim, os baianos ainda precisavam dos dois gols do Ferroviário e marcar mais 5 vezes em sua partida, para evitar a queda para a Série D.

O árbitro deu 6 minutos, era o tempo que o Tubarão da Barra tinha para reverter sua situação e se classificar. Mas, sem forças, o Ferrão sucumbiu e acabou derrotado na partida e sem se classificar para a segunda fase da Série C. Para Floresta, permanência garantida e missão cumprida.

Fim de jogo:

Ferroviário 0x1 Floresta
Paysandu 2×0 Manaus
Santa Cruz 1×1 Botafogo/PB
Jacuipense 3×2 Altos
Volta Redonda 2×1 Tombense

Classificação final

Após 18 rodadas, assim termina a classificação do grupo A, da Série C:

1º – Paysandu/PA, 30 pontos
2º – Tombense/MG, 27 pontos
3º – Botafogo/PB, 27 pontos
4º – Manaus/AM, 26 pontos
5º – Volta Redonda/RJ, 26 pontos
6º – Ferroviário/CE, 24 pontos
7º – Altos/PI, 22 pontos
8º – Floresta/CE, 21 pontos
9º – Jacuipense/BA, 18 pontos
10º -Santa Cruz/PE, 12 pontos

Santa Cruz e Jacuipense foram os rebaixados. Paysandu, Tombense, Botafogo e Manaus avançaram e seguem no sonho do acesso para a Série B.

Anúncios

Deixe uma resposta