COPA DO BRASIL Entrevistas Fortaleza

Emocionado, Vojvoda comemora classificação e se declara à torcida do Fortaleza: “Eles são parte disso”

Foto: Reprodução/TV Leão

Treinador do Leão rasgou elogios aos torcedores cearenses e ressaltou confiança no elenco tricolor

Na última quarta-feira (15), o Fortaleza recebeu, na Arena Castelão, a equipe do São Paulo. O confronto, válido pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2021, teve como resultado vitória do Leão pelo placar de 3×1. Após empatar de forma heróica na ida, o Tricolor do Pici se impôs, bateu o adversário paulista com gols de Ronald, Ângelo Henríquez e David, fez um placar agregado de 5×3 e garantiu vaga na semifinal da competição nacional, onde enfrentará o Atlético-MG.

Anúncios

Vojvoda se declara à torcida

Após a partida, o treinador Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza, concedeu entrevista coletiva à imprensa. Visivelmente emocionado, Vojvoda falou, primeiramente, sobre a principal arma do Leão no duelo diante do São Paulo e se declarou à torcida do Tricolor do Pici: “Sou totalmente sincero: acho que a principal arma do Fortaleza foi o espírito combativo em todo momento. Isso foi o que nos deu a classificação. (…) Estou muito feliz, também, pelo torcedor. Hoje, quando nós saímos do Pici, havia muitos torcedores. Os torcedores, em um momento de dúvidas, apoiaram muito mais. Esse é o torcedor do Fortaleza. Me sinto identificado com essa maneira de torcer. A torcida nos deu muita energia. Eles são parte disso”, disse o argentino.

Confiança no elenco

Em seguida, Vojvoda ressaltou que tem bastante confiança no atual elenco do Fortaleza: “Eu confio muito neste grupo, mas não digo apenas hoje, que ganhamos e classificamos. Contra o Atlético-MG, eu disse que confiava mais do que nunca nos jogadores do Fortaleza, porque eu estou todos os dias com eles. Não se pode ganhar sempre, mas o jogadores sempre jogam para ganhar. Isso, para mim, é o mais importante: o espírito combativo desse grupo”, afirmou o técnico.

Anúncios

Mudança de tática

Por fim, Vojvoda comentou sobre as mudanças táticas que fez no time, relacionando-se aos três atacantes e à presença de Ronald na equipe titular do Fortaleza diante do São Paulo: “Sair com três atacantes foi para provocar uma pressão muito mais alta no primeiro tempo, flutuando Romarinho e Edinho aos lados de Liziero. Eles podiam, também, estar bem abertos, abrindo a defesa adversária. No segundo tempo, trocamos, com o ingresso de Vargas e David. (…) Ronald é um jogador que tem muita intensidade e ajuda no jogo ofensivo. Nos ajuda muito. É muito bom jogador, assim como há jogadores que não estão jogando e que merecem jogar. Mas, muitas vezes, tenho que selecionar quem é o melhor. Neste caso, Ronald responde como respondeu hoje”, finalizou o professor.

Anúncios

Siga o Portal Futebol Cearense no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Deixe uma resposta