Fortaleza

Depietri revela surpresa ao ser procurado pelo Fortaleza e se coloca a disposição de Vojvoda: “Estou bem adaptado”

Foto: Reprodução/TV Leão

Atacante argentino foi apresentado oficialmente pelo clube

Nesta quarta-feira (1), o atacante Valentín Depietri foi apresentado oficialmente pelo Fortaleza. O jovem argentino de 20 anos concedeu entrevista coletiva à imprensa, falando sobre sua chegada ao clube, sua experiência na Argentina, seu estilo de jogo e entre outros assuntos. Confira os principais trechos:

Anúncios

Apresentação

Inicialmente, o presidente Marcelo Paz apresentou o jogador para o público, falando sobre a negociação e as expectativas com o atleta:

“Satisfação vim aqui, falar sobre a apresentação do Valentín Depietri, um atleta que a gente tem uma perspectiva muito boa para ele. Importante dizer que, apesar de ser um argentino, não foi indicação direta do Vojvoda, era um atleta que a gente já monitorava aqui no Fortaleza, através do CIFEC, desde o começo do ano, janeiro, fevereiro, já tínhamos mapeado o nome dele. É um perfil diferente de contratação, porque geralmente quando você traz um jogador estrangeiro, traz um jogador que já jogou em alguns times, tem uma minutagem maior, e no caso do Depietri a gente traz um jovem, uma promessa, um garoto que a gente acredita muito no futuro dele, vamos trabalhar diariamente para que ele possa se desenvolver cada vez mais”, revelou Marcelo Paz.

O presidente completou:

“É um contrato de 3 anos, contrato mais longo, para que ele possa desenvolver bastante aqui no Fortaleza. Então, muito feliz, é um trabalho de inteligência do clube, de captação. Isso mostra a evolução do clube, um perfil novo de contratações, arriscando, tentando um atleta jovem, com muito talento, com uma projeção muito grande, e que acreditamos que, em breve, todo esse talento vai estar à disposição do Fortaleza, com jogos, gols, dribles e identificação muito forte com a torcida tricolor”.

Chance em um clube maior

Depietri jogava no Santamarina, clube da segunda divisão argentina, onde não se tinha grande visibilidade. Questionado sobre como o Fortaleza lhe procurou e sua chance em um maior time, o argentino respondeu:

“Tudo foi uma surpresa para mim, que repararam no meu jogo, acompanhar a segunda divisão (argentina) não é algo comum para o clube. Fui surpreendido quando chegou a proposta e que se interessavam em mim desde fevereiro, foi algo interessante para mim e para a minha família que ficou muito feliz. Quero me fortalecer e fazer o melhor possível aqui todos os dias”.

Diferenças de campeonato

O jogador falou sobre a relação entre o Campeonato Argentino e o Campeonato Brasileiro, este que será uma nova experiência para o atleta.

“Aqui, nos treinamentos, notei que os jogadores têm muita técnica, são muito bons com a bola e fisicamente rápidos. Da divisão que venho é um futebol com mais marcação, menos espaços, a diferença principal é a rapidez de jogo e, tecnicamente, os jogadores são muito bons”, afirmou o atacante de 20 anos.

Estilo de jogo de Vojvoda

Questionado se já havia assimilado as ideias de jogo do treinador Juan Pablo Vojvoda, que requer muita intensidade, Depietri respondeu:

“As primeiras semanas foram um pouco mais difíceis porque vinha de um tempo parado, treinando por conta própria. Mas passada a primeira semana eu já fui me adaptando melhor ao calor durante os treinamentos, e hoje eu posso dizer que estou bem adaptado aos treinamentos e ao ritmo de jogo”, revelou o argentino.

Posicionamento em campo

O jovem atacante falou sobre o seu posicionamento dentro de campo:

“Em Santamarina, que foi meu último clube, eu joguei muito tempo pela direita, mas não significa que não gosto de jogar pela esquerda e também já treinei pelo centro do campo, atrás do 9. Assim, na frente, no ataque, me sinto bem em qualquer posição.”

Para conferir a entrevista completa, assista:

Anúncios

Deixe uma resposta