BRASILEIRÃO CAMPEONATO BRASILEIRO Ceará

Em apresentação, Tiago Nunes explica escolha pelo Ceará e fala sobre seu estilo de jogo

Felipe Santos / Ceará SC

Além disso, o treinador também falou sobre as categorias de base

Após ter feito seu primeiro dia de treinamentos, o novo treinador do Ceará, Tiago Nunes, foi apresentado em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 1. Na ocasião, ele explicou que o perfil de jogador disponível no elenco e o perfil de clube foram os principais motivos para escolher o Vovô.

“Primeiro pelas características dos jogadores. Essa característica dos atletas que são potentes fisicamente, que tem capacidade de jogar em mais de uma posição e também pela performance que já vem apresentando na última temporada. O segundo motivo é que o Ceará está crescendo, capacidade de também competir por títulos e não só por vagas. Eu me seduzo por esse tipo de desafio, um desafio onde pega um grupo com mais fome, capacidade de resiliência, de se doar mais, mais aberto à informação e também acredito muito no trabalho coletivo. Então esse perfil de jogador e perfil de clube é o que me atrai”.

Um dos fatores que causou a demissão de Guto Ferreira no comando técnico do alvinegro foi o desempenho mostrado dentro de campo. Questionado sobre qual era seu estilo de jogo, Tiago afirma que é averso à rótulos e destaca a necessidade de transitar por todos os momentos de uma partida.

Eu sou averso à rótulos, principalmente esses rótulos de que um treinador é ofensivo e o outro defensivo. Eu sou um profissional com formação acadêmica e mais de 20 anos dentro do futebol e sempre tive o cuidado de explorar todos os momentos do jogo. Já treinei equipes onde eram extremamentes defensivas e jogavam no contra-ataque, já treinei equipes ofensivas e propus o jogo dentro e fora de casa a qualquer custo. Eu penso que o jogador deve ter a capacidade de saber transitar por todos os modelos de jogo, não só especificamente em um”.

O Ceará, nos últimos anos, tem crescido em formação de jogadores advindos das categorias de base. Na opinião do novo treinador, a base é o coração de qualquer clube, energizando a equipe principal. Além do aspecto técnico, ele diz que esses atletas também ajudam na saúde financeira de uma equipe.

A base é o coração de qualquer clube. A base não é uma questão que se discute, ela é fundamental para a sobrevivência do futebol. Você precisa de jogadores que consigam energizar a equipe principal não só no aspecto técnico e desportivo, mas também no financeiro, pois são jogadores que acabam ajudando na saúde financeira do clube a se manter e crescer. Então é um ponto, para mim, de obrigação do treinador”.

Confira a coletiva do novo treinador do Ceará

Deixe uma resposta