BRASILEIRÃO Ceará

Guto Ferreira diz que marcação alta do América-MG dificultou partida do Ceará: “Gerou muitos erros nossos”

Reprodução/Vozão TV

O treinador também falou sobre o período de 14 dias sem partidas 

Após a derrota por dois a zero contra o América-MG pelo Brasileirão neste domingo, 29, o treinador do Ceará, Guto Ferreira, concedeu entrevista coletiva. Na ocasião, ele falou que a forte marcação do adversário foi um dos motivos para o resultado final ruim para o Vovô.

Nós tivemos uma marcação por parte do América muito bem feita, alta e forte, causando muita dificuldade para a nossa saída de bola, quanto no meio quando a gente buscava conexões para as jogadas mais agressivas. Isso gerou muitos erros nossos de passe e em uma saída de bola deles, onde o terceiro zagueiro carregou e achou um passe entre linhas e eles acabaram fazendo gol, trazendo mais tranquilidade e confiança para seguir marcando dessa maneira”.

A mesma equipe que começou a boa partida do Ceará contra o Flamengo no domingo passado foi a mesma que enfrentou o Coelho hoje. Questionado sobre o que justifica essa diferença de desempenho, Guto afirmou que isso se deveu às diferentes “características” das duas partidas.

Características do jogo. A maneira que a equipe marcou nos causou bastante dificuldade. Conversando com algumas pessoas ligadas ao América, foi a partida em que eles se entregaram mais no aspecto defensivo, não vinham marcando com toda essa intensidade. É uma equipe que marca muito forte, mas marcaram acima do que estavam marcando”.

Por conta da convocação da Seleção Brasileira, o Ceará só irá jogar daqui a 14 dias, quando enfrentará o Grêmio pela 20ª rodada do Brasileirão. Sobre esse período sem jogos, o treinador diz que vai tentar aproveitar da melhor maneira possível.

Tentar aproveitar da melhor maneira possível. Da maneira que está o calendário para nós, jogar no domingo, de repente, seria mais interessante, não tendo essa pausa tão longa. Por outro lado, é um espaço para você trabalhar, recuperar algumas coisas, alguns jogadores que estão entregues ao Departamento Médico, tentar fazer ajustes nos mais variados quesitos e voltar para o segundo turno da melhor maneira possível”.

Coletiva de Guto Ferreira

Deixe uma resposta