BRASILEIRÃO Ceará

Guto Ferreira destaca importância da vitória do Ceará no Clássico-Rei

Foto: Reprodução/Vozão TV

O treinador do Ceará também falou sobre a diferente formação inicial utilizada contra o Fortaleza.

Depois de vencer por três a um o Fortaleza pelo Clássico-Rei do Brasileirão, o treinador do Ceará, Guto Ferreira, concedeu entrevista coletiva na noite deste domingo, 1. Na ocasião, o treinador destacou a importância da vitória para chegar aos dez jogos invictos no Campeonato Brasileiro e garantir mais três pontos na competição.

“Para mim, pessoalmente, foi mais um jogo de três pontos, importante, um clássico. Mantivemos a sétima colocação, chegamos aos 22 pontos e o principal, a décima partida sem derrota, fazendo mais uma vez o dever de casa, como mandante. Clássico, todo mundo quer ganhar, e eu também quero, mas o efeito final é para o torcedor, para mim foi mais um jogo importante pois foi a décima partida invicto”.

+ LEIA MAIS | Airton fala que foi fácil aceitar a proposta do Ceará: “Projeto bom e estrutura boa”

Para esse jogo, o comandante do Vovô optou por fazer alterações mais drásticas na formação inicial, principalmente na defesa e no meio de campo. Sobre isso, Guto afirma que dobrou a marcação na lateral para impedir um dos pontos fortes do Fortaleza.

O jogo do Fortaleza é muito forte pelas alas, além do meio, e nós dobramos lateral e meio campo dos dois lados, com jogadores de força e com chegada a frente. No início do jogo, o rival marcou muito forte, nós tivemos dificuldade de propor o jogo de frente, mas essa situação não prosseguiu. O rival foi cansando, abrindo os espaços, no início eles conseguiram o gol […], mas nós conseguimos, mesmo não tendo feito um bom primeiro tempo, o empate. No segundo tempo fizemos uma mudança, voltamos ao nosso sistema mais usual. O Cléber entrou muito bem no jogo e nós conseguimos ser mais agressivos a partir das mudanças e fizemos os gols que nos deram a vitória”.

Questionado se a união e a determinação foram os fatores determinantes para a vitórias, Guto Ferreira diz que sim. “Eu acho que sim. O grupo acreditou do primeiro ao último minuto e só conseguiu sair vitorioso por causa disso (união e determinação). Foi um jogo difícil, um jogo extremamente disputado e decidido em detalhes”.

Deixe uma resposta