Ceará FC MEMÓRIA Futsal

FC MEMÓRIA: Relembre como Clodoaldo foi contratado pelo Ceará Futsal após ser dispensado do campo

Foto: Ceará SC

‘Capetinha’ enfrentava problemas extracampo

Neste domingo, 25, Ceará e Fortaleza vão duelar pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Estado de Futsal. No primeiro embate, o Vovô levou a melhor ao vencer o Leão por 3 a 2 no Ginásio Paulo Sarasate.

Um fato pouco conhecido pelo público cearense nos leva de volta ao ano de 2007 quando Clodoaldo, um dos maiores ídolos do Fortaleza, estava de saída do maior rival, o Ceará. Para entender a melhor história é preciso relembrar a polêmica contratação do jogador pelo Alvinegro.

Na época, a diretoria alvinegra anunciou a contratação do atacante e gerou polêmica pela forte ligação dele com o rival, além das inúmeras provocações em clássicos. O Baixinho recebeu no ato um cheque de R$ 80 mil de luvas. Os salários são de R$ 18 mil e a multa rescisória é de R$ 600 mil para acertar com o Ceará. Em contrapartida, o Fortaleza afirmou ter contrato com o atacante.

Com o imbróglio envolvendo as duas equipes, a CBF não registrou a documentação, devolvendo à Federação Cearense de Futebol, a qual já havia dado o alvará para o atleta atuar no campeonato estadual.

A decisão da CBF se respalda na posição do presidente do STJD, Superior Tribunal de Justiça, que concedeu liminar impedindo o craque de jogar, até que seja julgado o mérito da questão.

Passagem apagada e saída por polêmicas

Após o problema judicial, Clodoaldo foi liberado para atuar pelo Vovô, mas a passagem foi bem aquém do esperado. O ‘Capetinha’ foi importante na conquista do Campeonato Cearense de 2006 ao ser destaque na semifinal diante do Icasa, mas nada além disso.

Em 2007, por não ter condicionamento físico ideal, o técnico Marcelo Vilar afastou o jogador e com o fim do seu contrato em junho, o atleta não permaneceu no clube.

Sem conseguir nenhuma outra agremiação por seus problemas com a bebida alcoólica, Clodoaldo ficou sem clube e fora de forma até acertar novamente com o Ceará, mas com a equipe de futsal. O pagamento foi por cada partida disputada, uma espécie de cachê.

A expectativa do seu empresário na época, Miro Alencar, era de que o jogador retomasse a forma física para acertar com algum clube europeu na aberta da janela em dezembro, o que não ocorreu.

Sem dados precisos na Federação Cearense de Futsal, o que consta é que Clodoaldo estreou contra o Viçosa, em confronto válido pela sexta rodada do returno, às 20h, no Ginásio Antônio Honório Passos, em Viçosa.

O campeonato terminou com o título do Granja Futsal e mais uma passagem apagada do ‘Clodô’ pelo Ceará Sporting Club, onde voltaria em 2010, também sem brilho.

Deixe uma resposta