Entrevistas FCF

Com novo decreto estadual, FCF estuda volta de público aos estádios no início de agosto

Protocolo de retorno dos torcedores já está elaborado há um mês

Na tarde desta sexta-feira, 23, o governador Camilo Santana divulgou um novo decreto de enfrentamento à pandemia e flexibilizou ainda mais as medidas de proteção em todo território cearense, dentre elas, a liberação de público em eventos fechados e ao ar livre. Com isso, a Federação Cearense de Futebol, FCF, trabalha com a possibilidade de, em breve, contar com o retorno dos torcedores aos estádios alencarinos.

Anúncios

Em contato com o portal Futebol Cearense, o presidente da FCF, Mauro Carmélio, contou algumas ações que instituição irá tomar a partir de segunda-feira, 26, dia em que o novo decreto estadual entrará em vigor.

“Há aproximadamente um mês que nós já estamos com um protocolo para a abertura dos estádios para o torcedor… vamos ter que levar, assim que o decreto for publicado, à CBF, já que as competições do qual o maior interesse são da CBF, jogos da série A, série C e série D. Entregaremos o protocolo também ao governo para que esse possa autorizar e dar o aval”, destacou.

Perguntado sobre a possibilidade de público já na próxima quarta, 28, quando o Fortaleza entrará em campo pelas oitavas de final da Copa do Brasil, contra o CRB/AL, o presidente foi enfático ao descartar, porém sinalizou um cenáro favorável para fase seguinte do torneio, caso o tricolor venha a se classificar.

“Eu não creio que para quarta já haverá essa possibilidade (em ter público na Arena Castelão)… mas tenho a impressão que logo depois, nos próximos jogos da Copa do Brasil, principalmente, se o Fortaleza passar do CRB, teremos essa condição sim”, enfatizou o presidente.

O decreto que terá início na próxima segunda-feira, 26, limita a quantidade de público em espaços abertos em 200 pessoas, mas segundo Mauro Carmélio, a Federação trabalha para uma abertura acima de 10% da capacidade total da Arena Castelão. “Nós vamos tentar aumentar um número maior, até porque o Castelão cabe oficialmente 53 mil pessoas e no caso, sendo 10% só seriam cinco mil pessoas, portante eu entendo que nós devemos pensar um pouquinho mais dentro dessa condição”, reiterou.

Anúncios

Os torneios estaduais que estão em andamento, como a 2ª divisão do Cearense, ainda passarão por uma avaliação para saber se terão condições no momento de receber público nas respectivas praças esportivas. Para o presidente, é preciso ter muita cautela em todas essas decisões pois “o Covid ainda não foi totalmente aniquilado”.

“Precisamos ter calma e responsabilidade porque estamos tratando de vidas… então devemos ter ainda muito cuidado com o relacionamento interpessoal. Com seriedade, como sempre o futebol cearense tratou, sairemos dessa e logo teremos a vibração do torcedor de volta às arquibancadas”, finalizou.

Vale destacar que o estado do Ceará já aplicou mais de 5 milhões de doses de imunizantes contra a Covid-19, sendo o terceiro do nordeste com mais vacinas aplicadas. Já com os dados de pessoas totalmente imunizadas, ou seja, que já tomaram às duas doses, o nosso estado pula para segundo, atrás apenas da Bahia, com um pouco mais de 16% da população totalmente imune a doença.

Anúncios
Ednardo Castro
Cearense, formado em jornalismo, apaixonado por futebol.

Deixe uma resposta