Sem categoria

Fernando Sobral fala em partida “muito difícil” contra o Athletico-PR e destaca a necessidade de “ser letal” em frente ao gol

(Foto: Reprodução/Vozão TV)

O volante ainda falou sobre as ausências de alguns companheiros para a partida e a sua performance individual no Brasileirão.

Um dia antes de entrar em campo contra o Athletico Paranaense pelo Brasileirão, Fernando Sobral, volante do Ceará, concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, 16. Na ocasião, o jogador falou sobre a dificuldade do confronto, mas destacou, também, a necessidade de “aproveitar as oportunidades” e “ser letal em frente ao gol”.

É um jogo muito difícil, o Athletico vem de uma crescente há anos. Então é respeitar eles, mas mesmo assim se impor muito e buscar o gol a todo momento. A estratégia que temos é aproveitar as oportunidades, que a gente tem pecado nessas partidas, são chances que criamos, mas não finalizamos da melhor forma possível. Então acho que a gente tem batido muito nessa tecla, tem treinado, aproveitado a semana para treinar em cima disso também, ser letal na hora que tiver em frente ao gol e matar na hora que for preciso”.

+ LEIA MAIS | Bruno Pacheco confirma ter cláusula de renovação automática com o Ceará e declara: “Eu não pretendo sair daqui tão cedo”

Para essa partida, outra dificuldade para o Alvinegro são as ausências do meia Jorginho, suspenso por três cartões amarelos, e de Mendoza e Jael, que tiveram as penas aumentadas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em razão do ocorrido na final da Copa do Nordeste. Sobre isso, Sobral disse que são perdas importantes, porém exalta o elenco e as peças de reposição do Ceará.

Logicamente que são perdas importantes, mas ao mesmo tempo são ganhos também importantes, pois nós temos um elenco qualificado. Acho que quem entrar tem tudo para abraçar a oportunidade, seguir em uma sequência boa de jogos e a gente que está com mais ritmo de jogo, passar confiança para esses nossos companheiros, para que eles ganhem entrosamento e confiança o mais rápido possível”.

Questionado se está feliz com o desempenho individual no Brasileirão, o volante, líder de desarmes da competição, disse que, em razão de estar ajudando a equipe de dentro de campo, sim. Porém, ele afirma ter consciência de que precisa melhorar para agregar ainda mais ao Ceará.

“Feliz por estar ajudando a equipe, dando o meu melhor dentro de campo. Lógico que tenho a consciência que preciso melhorar muito, sou ciente que ainda tenho muito mais a agregar ao clube, mas sempre penso no coletivo, sempre dou o máximo pelo clube. Então, isso é o que me deixa mais feliz, mas ao mesmo tempo me cobro muito também para melhorar alguns aspectos, o passe principalmente, e em cima disso a gente vem trabalhando, aproveitando esses dias que a gente teve para treinar”.

O Ceará entra em campo contra o Athletico-PR no sábado, 16, às 17h. A partida acontecerá na Arena Castelão e será válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Deixe uma resposta