CAMPEONATO BRASILEIRO CAMPEONATO CEARENSE COPA DO BRASIL Guarany de Sobral Série A - Cearense Série B - Cearense Série D

Guarany tem início animador na Série D; Confira os destaques e as curiosidades da campanha

Foto: Amaral Torquato/Guarany de Sobral

Até aqui, são três jogos, três vitórias, liderança e quatro pontos de vantagem em relação ao vice-líder do grupo

A temporada 2021 começou de forma melancólica para o Guarany de Sobral. O clube acabou rebaixado no Campeonato Cearense e voltará a disputar a Série B, quatro anos depois do vice-campeonato que garantiu seu retorno a elite. Contudo, o clube ainda contava com o Brasileirão Série D, para ter calendário, até o fim do ano.

Por ter disputado apenas 7 jogos no Estadual, o Cacique do Vale teve tempo para refazer o planejamento e lutar pelo acesso. Um novo elenco foi montado, com tempo suficiente para uma boa preparação, algo parecido com uma pré-temporada, tendo como testes, amistosos com times amadores da região.

Na edição 2021, o Guarany é integrante do grupo A2, formado por times do Norte-Nordeste. São três equipes do Maranhão, todos de cidades diferentes: Moto Club (São Luís), Juventude Samas (São Matheus) e Imperatriz (Imperatriz). Fechando os nordestinos, o 4 de Julho, da cidade de Piripiri, no Piauí. O Norte é representado por: Paragominas, da cidade de mesmo nome, no Pará e a dupla do Tocantins: Palmas, da capital do estado e Tocantinópolis, da cidade homônima.

Com três rodadas disputadas, os comandados de Vladimir de Jesus começaram com tudo e venceram as três partidas e além de abrir 4 pontos em relação ao segundo da chave, 4 de Julho/PI. A principal delas, aconteceu na segunda rodada, quando o Cacique do Vale venceu o Moto Club/MA, por 2×0, em São Luís.

Esse início empolgante traz algumas curiosidades e observações em um contexto geral. Confira os cinco destaques principais:

Gordura inicial e o desgaste logístico

Esses pontos obtidos até aqui, serão de grande importância, para o restante da primeira fase. Pois, vale ressaltar, que esse grupo deve trazer ao Bugre, um grande desgaste no quesito logístico. Nos jogos fora de casa, contra Palmas/TO, Paragominas/PA e Tocantinópolis/TO, por exemplo, a delegação viajará respectivamente, 1.469 km, 1.273 e 945 km, só de ida. Isso, contando que o clube se dirija de forma direta, até os locais da partida. Há a possibilidade de duras escalas, caso o deslocamento seja aéreo.

Logo, os 9 pontos obtidos de forma rápida, serão significativos na campanha do clube. O fator casa também deverá ser mais importante que o comum, mesmo sem torcidas.

A uma vitória de superar 2020

Isso mesmo. Caso o Guarany vença mais uma ou obtenha dois empates, o elenco atual igualará/superará a campanha de 2020. No ano citado, o clube estava no grupo A3, com clubes Pernambucanos, Paraibanos, Potiguares, além do conterrâneo Floresta. Em 14 jogos, foram 2 vitórias, 5 empates e 7 derrotas. Vale ressaltar que a campanha de 2021 já superou o número de vitórias.

Anúncios

Inspiração no Floresta?

Em 2020, o Floresta disputou a Série D, depois de ter sido rebaixado no Campeonato Cearense. O torneio nacional, era portanto, a última chance do clube assegurar calendário para a temporada seguinte. Depois de uma reformulação no elenco, o clube fez uma campanha histórica no torneio, passando em terceiro no seu grupo, derrotando favoritos no mata-mata, até chegar nas quartas de finais e enfrentar o América/RN (com quem esteve no mesmo grupo), time de camisa pesada que luta para retornar aos dias de glórias. O Verdão da Vila superou o time Alvirrubro, de maior tradição e ascendeu à Série C. Só foi derrotado na final, para o Mirassol.

Obviamente, o Guarany não tinha como ideal, ser rebaixado no estadual, mas depois do fato consumado, é possível ter o conterrâneo Floresta, como exemplo. Se o final for idêntico, já vai ser suficiente para dar alegria a torcida Rubro-Negra.

Pontuação Chave

A competição, no atual formato (8 clubes divididos em 8 grupos) está na sua segunda edição. Logo, não há um grande histórico a ser estudado, para chegar a uma pontuação chave. Porém, a edição 2020 pode ser vista como comparativo.

O clube que obteve menor pontuação entre os classificados, curiosamente, foi no grupo que o próprio Guarany participou. O Globo/RN, avançou para o mata-mata, na 4ª posição, com 18 pontos. Já a maior pontuação, ocupando a 4ª posição, foi do Cascavel/PR, com 24 pontos, no grupo A7.

Por segurança, a melhor referência para o Bugre, é o clube paranaense. Caso obtenha os mesmo 24 pontos, dificilmente será eliminado.

Velho conhecido no comando técnico

Durante o Campeonato Cearense 2021, a diretoria do Guarany trouxe Vladimir de Jesus, para o cargo de treinador. A missão era dura: evitar o rebaixamento no Estadual. Como citado anteriormente, o objetivo não foi alcançado. O maior obstáculo do técnico tão conhecido no futebol cearense, foi a quantidade de jogos. Foram apenas três jogos, onde o clube marcou apenas 1 ponto. Além da eliminação na Copa do Brasil, em jogo único, na derrota por 5×1, para o CSA.

Por decisão da diretoria, Vladimir de Jesus foi mantido. O técnico tem ligação com o Bugre. Tanto que deixou o Caucaia, no meio do Estadual, para tentar salvar o Rubro-Negro. Foi nas mãos do treinador, que o Cacique do Vale se classificou liderando seu grupo, na Copa do Nordeste 2014, mesmo sendo visto como o ”saco de pancadas” do ”grupo da morte”, daquela edição. Botafogo-PB, Náutico e Sport eram os outros integrantes da chave.

Anúncios

Deixe uma resposta