CAMPEONATO BRASILEIRO Floresta Série C

Após empate contra Botafogo/PB na Série C, Leston Júnior analisa: ”A gente sabia que ia exigir muito da gente”

Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC

O técnico do Floresta falou sobre o desempenho de sua equipe, exaltou prata da casa e falou sobre a dificuldade do jogo

Na tarde deste sábado (19), o Floresta recebeu o Botafogo/PB, pela 4ª rodada do Brasileirão Série C. A partida foi disputada no estádio Domingão, em Horizonte. Apesar de movimentada e com boas chances para ambos os lados, o jogo terminou no 0x0.

Após a partida, o técnico do Floresta, Leston Júnior, participou de entrevista, realizada pela própria Assessoria de Comunicação do clube. O comandante Alviverde falou sobre a atuação do seu grupo, o desempenho da equipe paraibana e analisou suas substituições no decorrer do jogo. Confira:

Anúncios

Perguntado sobre a atuação de seu elenco e como ele analisa o jogo, o técnico respondeu: ”Em relação a rendimento, a gente ficou bem satisfeito, porque a gente reproduziu muita coisa boa, que a gente tem feito nas três primeiras rodadas. Obviamente que o resultado do jogo, a gente gostaria que fosse diferente. Era importante fazer três pontos, pra que a gente avançasse um pouco mais na tabela. Mas enfrentamos um grande time, uma equipe que tem tradição, que tá estabilizada na Série C há muitos anos.”

Ainda sobre o jogo, ele complementa: ”E a gente sabia que ia exigir muito da gente, eles acabaram marcando muito, tentaram nos induzir ao erro a todo momento. Isso faz com que você tenha um desgaste grande, porque você fica propondo o jogo e sempre exposto a um contra-ataque agudo. Mas a gente controlou bem. Acredito que no segundo tempo a gente poderia ter tido um pouquinho mais de capricho, naquela última bola, pra que a gente pudesse criar mais chances claras, mas mesmo assim tivemos oportunidades. Mas não dá pra lamentar. A Série C é uma competição muito equilibrada e a gente precisa reproduzir boas atuações, pra que a gente vá avançando na tabela de classificação e conquiste o objetivo principal lá na frente.”

Sobre as substituições feitas no decorrer do jogo, o comandante do Verdão falou: ”As substituições foram muito em função do que o jogo vinha tendo de narrativa. A gente precisava aumentar a força ofensiva, precisava ter um pouco mais de infiltração, um pouco mais de pressão, na frente, em cima da defesa do Botafogo. E os jogadores que entraram, entraram bem. O lance do Paulo Victor [referindo-se a um lance onde Paulo Victor saiu na frente do goleiro Rhuan, mas acabou perdendo o domínio da bola] foi em função de uma pressão, que a gente conseguiu induzi-los ao erro. Tivemos a infelicidade, a bola acabou fugindo do controle dele. mas faz parte do jogo. a gente não pode lamentar esse tipo de situação, a gente tem que enaltecer o grande jogo, o jogo firme, consistente que a gente fez, e projetar coisa boa, pra sequência da competição.”

Próximo Jogo

Floresta volta a campo pelo Brasileirão no domingo (27), às 15:30, novamente no estádio Domingão, contra o Paysandu. Já o Botafogo/PB abrirá a próxima rodada, diante do Altos/PI, no estádio Almeidão. A partida será na próxima sexta-feira (25), às 20 horas.

Anúncios

Deixe uma resposta