Fortaleza

Após bom começo de Brasileirão, Wellington Paulista ressalta objetivo do Fortaleza: ‘Almejar primeiro os 45 pontos’

(Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)

Wellington Paulista concedeu entrevista coletiva nessa terça-feira (15)

Antes de viajar para Goiânia, onde enfrentará o Atlético Goianiense na próxima quinta-feira (17), o Fortaleza realizou o último treinamento em solo cearense. Além disso, o centroavante Wellington Paulista, artilheiro do Leão do Pici na temporada, concedeu entrevista coletiva.

Foco nos 45 pontos

Com três vitórias nas três primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza vem chamando atenção. Porém, Wellington Paulista evita entrar na empolgação do momento. O camisa 9 ressalta que o primeiro foco da equipe cearense continua sendo os 45 pontos, ou seja, se livrar do rebaixamento:

“A gente não mudou o nosso foco ainda. Continua pensando da mesma maneira. A nossa humildade continua do mesmo jeito. Sempre quando acaba os jogos a gente fala nesse quesito de humildade, para poder manter os pés no chão. Vamos almejar primeiro os 45 pontos, para depois almejar coisas maiores”.

Somar pontos

Diante do começo empolgante, Wellington Paulista exaltou o início de caminhada do Fortaleza na competição. Porém, ainda na mesma resposta, o atacante novamente manteve o pé no chão. Além disso, ele ressalta que o mais importante no Campeonato Brasileiro é se manter somando pontos:

“É muito importante pelo campeonato que é muito longo, né. A gente sabe que esse nosso começo é excepcional, mas sabemos também que a gente não vai ficar vencendo todos os jogos daqui até o final. Temos que saber nos manter bem, estar concentrados nos jogos que vão vir pela frente. A gente não vai ganhar todos os jogos de três, quatro ou cinco a zero, vamos sofrer em alguns jogos. O mais importante é saber como ganhar ou como empatar. No Campeonato Brasileiro você tem que estar sempre somando”.

Furar retrancas

Apesar do bom momento, o Fortaleza não teve vida fácil contra o Sport, no último domingo (13). O gol da vitória saiu apenas na segunda etapa, após Wellington Paulista converter uma penalidade máxima. Sobre a dificuldade da partida, o centroavante diz que já imaginava este cenário, devido a boa postura defensiva dos pernambucanos. Ela ainda acrescenta o que é preciso ser feito para superar retrancas de outras equipes no campeonato:

“Trabalhar mais a bola. A gente sabia que contra o Sport ia ser um jogo mais complicado, um jogo mais truncado, porque eles marcam muito forte e tem um contra-ataque muito bom. Tem algumas equipes no campeonato que tem essa proposta de jogo, então a gente vai ter que saber como infiltrar na defesa deles. Vamos continuar trabalhando, tendo a posse de bola, tendo movimentação na frente e profundidade, que é o que o Vojvoda pede para a gente sempre”.

Humildade

Com um forte começo de campeonato, a empolgação do torcedor sobre a equipe acaba aumentando. Dessa forma, Wellington Paulista volta a bater na tecla da humildade. O centroavante diz que a equipe tem consciência de que não são os melhores do campeonato:

“Humildade. O mais importante de tudo isso é a humildade. A gente sabe da nossa capacidade, sabemos também que a gente não é o melhor time do campeonato, tão pouco é o pior. Então temos que ter consciência que uma hora vai chegar a fase ruim também. A gente vai ter consciência para se manter bem, ter a concentração necessária para na hora que vier a fase ruim, se manter forte”.

Guilherme de Andrade
Tenho 19 anos e curso jornalismo.
http://guilhermesport.wordpress.com

Deixe uma resposta