BRASILEIRÃO CAMPEONATO BRASILEIRO

GUIA DO BRASILEIRÃO: O que Ceará e Fortaleza terão pela frente na Série A; confira análise

(Foto: Reprodução/CBF)

Competição inicia nesse final de semana

O Campeonato Brasileiro Série A 2021 vai começar e a expectativa é a mais alta possível em termos de qualidade tendo em vista que muitas equipes se reforçaram bem e pintam como favoritas ao título, além da briga pelas competições continentais e a famosa permanência na elite nacional.

As equipes cearenses chegam em estágios de alerta, mas em momentos distintos. Enquanto o Fortaleza se recupera do início de temporada ruim quando foi eliminado da Copa do Nordeste na semifinal e fez uma reta final de Série A 2020 muito ruim com Enderson Moreira, o Ceará tenta se reerguer após 20 dias frustrantes com os vices na ‘Lampions League’ e Campeonato Cearense, além da eliminação precoce na primeira fase da Copa Sul-Americana.

Sob a batuta do argentino Juan Pablo Vojvoda, o Leão conquistou o Campeonato Cearense de forma invicta e chega a Série A motivado para fazer uma boa campanha enquanto Guto Ferreira começa a ser questionado no comando técnico do Ceará após as doloridas eliminações do primeiro semestre.

Anúncios

♦ AMÉRICA-MG

Com muitos conhecidos do futebol cearense, o América-MG chega a Série A para acabar com a fama de ‘time ioiô’, pois nas últimas três edições que jogou, a equipe mineira acabou rebaixada. Sob o comando de Lisca há um ano e três meses, o Coelho foi vice-campeão mineiro e está na terceira fase da Copa do Brasil ao eliminar de forma polêmica o Ferroviário.

O sistema tático do treinador americano é o mesmo que utiliza no Ceará: 4-1-4-1. Com um forte meio-campo escalado por Zé Ricardo, Alê e Juninho, Lisca aposta na obediência tática dos homens de frente para ter um esquema de forte marcação.

Destaque: Ademir (atacante)

Foto: Mourão Panda

♦ Athlético-PR

Sem grandes reforços e uma incógnita em termos de desempenho na temporada, o Athletico-PR segue em todas as competições que disputa. A equipe comandada pelo português Antônio Oliveira, de apenas 38 anos, e com o experiente Paulo Autuori como diretor técnico, está classificada para as oitavas de final da Copa Sul-Americana, terceira fase da Copa do Brasil e nas quartas de final do Campeonato Paranaense.

Com uma base estabelecida dos últimos anos, o Furacão aposta na continuidade do trabalho e no entrosamento do time para brigar por algo mais na Série A. O time aposta nas velocidades dos seus extremos e no poder de finalização de Renato Kayzer.

Destaque: Renato Kayser (atacante)

Athletico Paranaense – Site Oficial » Artilheiro athleticano no  Brasileirão, Renato Kayzer comemora fase e escolhe gols marcantes
Foto: José Tramontin

♦ Atlético-GO

Após perder Marcelo Cabo para o Vasco da Gama e a saída inesperada de Jorginho, a cúpula atleticana acertou o retorno de Eduardo Barroca, que levou o clube de volta à elite em 2019. Sem grandes nomes no plantel, o Dragão aposta na organização tática e na força defensiva para repetir a campanha da última Série A quando evitou o rebaixamento e se classificou a Copa Sul-Americana.

Na atual temporada, o Atlético-GO foi eliminado na primeira fase da competição continental, saiu do Campeonato Goiano e está na terceira fase da Copa do Brasil.

Destaque: Zé Roberto (atacante)

Agora mais 'inserido', Zé Roberto comemora boa fase no Atlético-GO | Diário  de Goiás
Foto: Heber Gomes

♦ Atlético-MG

Campeão mineiro, melhor campanha da fase de grupos da Taça Libertadores e na terceira fase da Copa do Brasil, o Atlético-MG chega a Série A como um dos fortes candidatos ao título. Sob a batuta de Cuca, a equipe mineira parece se acertar na temporada e, além da permanência dos grandes nomes da última temporada, contratou dois ótimos jogadores para qualificar ainda mais o elenco: o meia argentino Nacho Fernández e o atacante Hulk.

Intensidade com a bola, liberdade de movimentação a meias e atacantes, e pressões rápidas ao perder a posse no campo rival, isso é o que Cuca vem tentando implementar em todos os jogos do Galo. Com vastas opções, principalmente no setor ofensivo, o time mineiro chega muito forte.

Destaque: Nacho Fernández (meia)

Nacho ofusca outras estrelas com início avassalador no Atlético-MG
Foto: Pedro Souza/Atlético

♦ Bahia

Após uma Série A 2020 para esquecer, quando quase foi rebaixado, o Bahia quer outros ares na nova edição, principalmente com o título da Copa do Nordeste em cima do Ceará. Com Dado Cavalcanti no comando técnico, o Tricolor Baiano chega com uma cara bem definida para a competição, mas longe de ser unanimidade mesmo com a conquista recente. A equipe foi eliminada na primeira fase da Copa Sul-Americana e no estadual, com o time de transição, saiu na semifinal. Na Copa do Brasil está na terceira fase para encarar o Vila Nova.

O lado direito do Bahia é muito forte. Nino Paraíba, mesmo aos 35 anos, segue oferecendo chegadas de qualidade na linha de fundo. Faz uma boa dobradinha com Rossi pelo setor. O atacante, assim como Rodriguinho, municiam muito bem o centroavante Gilberto.

Destaque: Gilberto (atacante)

Gilberto, atacante do Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

♦ Chapecoense

A passagem da Chapecoense pela Série B durou apenas uma temporada. O time, que nunca havia sido rebaixado, voltou à elite nacional com o título da segunda divisão. O técnico Umberto Louzer, que comandou toda a campanha do acesso, resolveu deixar o clube para assumir o Sport.

Mozart chegou para ser o treinador, assumiu em meio ao mata-mata do Catarinense e agora já chega ao Brasileirão pressionado pela perda do título diante do rival Avaí.

A equipe chega em busca da permanência e superar a situação financeira que não é das melhores.

Destaque: Perotti (atacante)

Atacante da Chape, Perotti é o artilheiro entre os jogadores da Série A do  Brasileiro na temporada | chapecoense | ge
Foto: Marcio Cunha/ACF

♦ Corinthians

Com a saída de Vágner Mancini e a chegada de Sylvinho, a expectativa do time paulista é de uma boa melhoria, mas o receio pelas peças do elenco que ainda não rendem o esperado e o campeonato irregular de 2020 fazem do Timão uma incógnita.

Eliminado de forma vexatória na primeira fase da Copa Sul-Americana e despachado do Paulistão pelo maior rival, Palmeiras, a temporada pode ser salva com uma boa posição no Campeonato Brasileiro ou um inesperado título da Copa do Brasil.

O destaque do Corinthians até aqui na temporada é o meia Luan juntamente dos jovens Raul Gustavo na zaga e João Victor na lateral.

Destaque: Luan (meia)

Luan comemora seu gol no clássico entre Corinthians e São Paulo - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Foto: Rodrigo Coca/Corinthians

♦ Cuiabá

Debutante na elite do Campeonato Brasileiro, o Cuiabá é um dos principais candidatos ao rebaixamento, mas a equipe do Norte do país quer surpreender e mostrar que o trabalho bem feito não é por acaso.

Há cerca de dois meses, o técnico Alberto Valentim começou a trabalhar no clube e foi campeão do Mato Grosso. Foram contratados 16 jogadores. com destaque para o goleiro Walter, ex-Corinthians, o zagueiro Paulão, ex-Fortaleza, o lateral Uendel, ex-Inter, e o atacante Pepê, ex-Flamengo. Além de suas referências experientes, tem alguns jogadores jovens que podem despontar no Brasileirão, casos do volante Camilo, emprestado pelo Lyon, do lateral direito João Lucas, que veio do Flamengo, e do atacante Guilherme Pato, que pertence ao Internacional.

Em 2021, além do estadual, ainda vai disputar a Copa Verde e já foi eliminado na segunda fase da Copa do Brasil para o 4 de Julho, do Piauí.

Destaque: Walter (Goleiro)

Olhar Esportivo - Dourado: Cuiabá regulariza Walter e outros reforços para  Estadual e Copa do Brasil
Foto: ASCOM Cuiabá

♦ FLAMENGO

Após manter a base do time campeão em 2019 e conquistar o título em 2020, o Flamengo vai em busca do tricampeonato brasileiro. O feito seria histórico no Brasil, visto que apenas o São Paulo conseguiu empilhar três taças na era dos pontos corridos (2006, 2007 e 2008).

Na atual temporada, o time de Rogério Ceni já conquistou a Supercopa do Brasil e o Campeonato Carioca, mas treinador segue questionado pela torcida. Além disso, se classificou para as oitavas de final da Libertadores e vai estrear na Copa do Brasil na terceira fase.

Com um forte poderio ofensivo e a aparição de bons jovens valores, o Rubro-Negro desponta como o grande favorito ao título.

Destaque: Gabigol (atacante)

Gabigol se torna o maior artilheiro do Flamengo no Século 21 - 05/04/2021 -  UOL Esporte
Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

♦ Fluminense

Mesmo com um elenco limitado, o Fluminense surpreendeu na edição de 2020 e se classificou a Libertadores via Brasileirão. Na atual temporada, o Tricolor das Laranjeiras foi vice-campeão carioca e se classificou as oitavas de final da competição continental como líder do seu grupo na frente do poderoso River Plate.

Roger Machado chegou com a missão de fazer o tricolor conquistar a América pela primeira vez e fazer um bom papel na Série A.

Agora, o Flu segue apostando bastante nas revelações das categorias de base, mas consegue dar aos meninos um apoio bem maior de jogadores mais experientes.

Destaque: Fred (atacante)

Com gol 400 de Fred, Fluminense bate Nova Iguaçu no Carioca
Foto: Lucas Mercon/Fluminense

Grêmio

Após cinco anos com um mesmo comandante, o tricolor gaúcho irá para a disputa da Série A com novo treinador: Tiago Nunes. Além disso, o time manteve boa parte de sua base da temporada passada.

O Imortal foi campeão estadual batendo o maior rival, Internacional. Na Copa Sul-Americana, a equipe está classificada para a fase de oitavas de final.

No entanto, o clube busca voltar a ser campeão da Série A, algo que não ocorre desde 1996.

Destaque: Douglas Costa (atacante)

Foto: Jessica Maldonado / Grêmio

Internacional

O torcedor colorado ficou no quase na última temporada. A equipe que, à época, era comandado por Abel Braga, chegou a liderar o Campeonato Brasileiro até as últimas rodadas. No entanto, viu o tetracampeonato escapar.

Agora, sob o comando do espanhol Miguel Angel Ramirez, o time irá novamente disputar o título que não vem desde 1979.

Destaque: Taison (atacante)

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Juventude

Após muitos anos longe da Série A, o Juventude está de volta à elite do futebol brasileiro. E claro, o pensamento é se manter. O clube de Caxias do Sul manteve boa parte do seu elenco e trouxe reforços pontuais como Fernando Pacheco (ex-Fluminense) e Wescley (ex-Ceará).

No entanto, o clube não conseguiu chegar às finais do Campeonato Gaúcho.

Destaque: Wescley (meia)

Foto: Porthus Junior / Agencia RB

Palmeiras

Atual campeão da Libertadores e da Copa do Brasil, o Palmeiras quer voltar a ser campeão do Brasileiro. Maior vencedor da competição com 10 títulos, o Verdão aposta na manutenção de praticamente todo seu elenco, além do técnico português Abel Ferreira.

Contudo, até agora, o time paulista acumula três vices na temporada 2021. O último foi o título paulista, que ficou com o rival São Paulo.

Destaque: Rony (atacante)

Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Red Bull Bragantino

Uma das surpresa do último Brasileirão, o Red Bull Bragantino vai, mais uma vez, em busca de fazer uma campanha histórica. Nessa temporada, o time passou de fase na Copa Sul-Americana e parou nas quartas de final do Campeonato Paulista.

O time aposta no alto investimento para ir bem na primeira divisão.

Destaque: Claudinho (meia)

Foto: Getty Images

Santos

Após uma temporada conturbada com crises políticas e financeiras, o Santos vai utilizar o Campeonato Brasileiro para se recuperar na temporada. No Paulistão, a equipe brigou para não ser rebaixada. Já na Copa Libertadores, o time ficou em terceiro lugar e foi para Copa Sul-Americana.

Além disso, o time já fez uma mudança de técnico. Começou a temporada com Ariel Holan, e agora, tem Fernando Diniz.

Destaque: Marinho (atacante)

Foto: Getty Images

Sport

O clube pernambucano não começou a temporada bem. Na Copa do Nordeste não conseguiu passar para a fase de mata-mata, já no estadual foi derrotado pelo Náutico na final da competição.

Contudo, a aposta na tradição da camisa e em nomes como André e Thiago Neves, fazem o torcedor do time da Ilha do Retiro acreditarem numa boa campanha.

Destaque: Thiago Neves (meia)

Thiago Neves, meia do Sport
Foto: Anderson Stevens/Sport

São Paulo

O tricolor paulista, assim como o Internacional, viu o título da temporada passada escapar nas últimas rodadas. Chegando a abrir sete pontos de vantagem para o segundo colocado, o São Paulo apresentou uma queda de rendimento e perdeu a chance de ser campeão brasileiro.

No entanto, agora, sob o comando de Hernan Crespo, o time chega com moral. Isso porque quebrou um incômodo tabu de nove anos sem títulos ao ser campeão paulista.

Destaque: Daniel Alves (lateral-direito)

Daniel Alves foi campeão paulista com o São Paulo em 2021 (Foto: Getty Images)
Foto: Getty Images
Anúncios
Anúncios

Deixe uma resposta