Categorias de Base Ceará

Álvaro Martins ressalta padrão da equipe e projeta duelo competitivo contra o América-MG

(Foto: Divulgação)

Treinador do Ceará destacou capacidade adaptativa do time, que se prepara para a terceira rodada do Brasileirão Sub-17

Após ficar a minutos de um empate contra o Flamengo na última rodada, o foco do Ceará é o América-MG. A equipe comandada por Álvaro Martins visita o Coelho pela terceira rodada do Brasileirão Sub-17 neste domingo (23), às 20h, no SESC Venda Nova, em Belo Horizonte. O treinador projeta um duelo competitivo contra um time acostumado a grandes jogos.

Anúncios

“Esse próximo jogo deve ser muito aberto, pois são duas equipes que gostam de jogar. Temos uma expectativa boa, lógico que eles estão mais acostumados com esse tipo de jogo, pelo histórico, mas será um jogo bom, um clássico como todos nesse Brasileirão. Esperamos fazer uma boa partida e trazer o resultado”, disse.

O Vozão está no Grupo A, com três pontos. A equipe venceu o Atlético-GO por 2 a 1 na primeira rodada e, no último fim de semana, levou a virada do Flamengo, por 2 a 1, nos minutos finais. Após neutralizar as principais armas rubro-negras e ser castigado com um belo gol de fora da área no fim, Álvaro Martins ressaltou a capacidade adaptativa da equipe, que utilizou uma estratégia diferente no duelo.

Anúncios

“Tivemos uma resiliência muito grande contra o Flamengo, nossa abordagem foi bem diferente de acordo com nossa estratégia pra o jogo. Quase deu certo, fizemos um jogo bem competitivo de uma forma diferente da qual a gente joga. Acho que isso também ajuda na formação dos atletas, ter essa capacidade adaptativa. De forma geral, foi positivo, na mentalidade, detalhes ofensivos quando tivemos a bola, na força defensiva, acho que é de se aproveitar para os próximos jogos do campeonato”, avaliou.

Apesar do resultado, as expectativas para a sequência do Brasileirão Sub-17 são positivas. O treinador, que está em sua segunda passagem pelo Ceará após trabalhos na Europa e títulos no Floresta, afirma que sua equipe já tem um padrão definido desde as categorias inferiores, precisando apenas de ajustes para seguir evoluindo.

Anúncios

“Eu acredito que nossa equipe sempre mostre padrões. Acompanho o processo desses meninos desde o sub-13, eles têm um padrão claro de ações de uma forma geral, acho que sempre conseguem apresentar um estilo de jogo que nos atende. O que sempre temos que afinar são os detalhes, as qualidades, os ajustes finos, as dinâmicas individuais e coletivas, que na maioria das vezes são os quesitos que definem os resultados dos jogos”, finalizou.

Anúncios

Deixe uma resposta