Ceará OPINIÃO

Opinião: Mesmo precisando evoluir, João Victor já pode ser uma realidade no Ceará

Foto: Fernando Ferreira/ Ceará SC

Jovem se destacou na semifinal do Campeonato Cearense

Promessa das categorias de base do Ceará, João Victor vem chamando a atenção do mundo do futebol mesmo com poucos jogos como profissional. Convocado para a Seleção Brasileira Sub-17, o atacante recebeu as primeiras oportunidades no time de Guto Ferreira em 2021.

A estreia do garoto já gerou um enorme burburinho após lances de efeito contra o Salgueiro pela Copa do Nordeste, depois só foi entrar em campo contra o Pacajus, pelo Campeonato Cearense, mas se contundiu com poucos minutos em campo.

Sem poder contar com todo o elenco para a semifinal do Campeonato Cearense diante do Ferroviário, o ‘Gordiola’ teve que apostar nas categorias de base para ter um time competitivo diante do Tubarão da Barra. O jogo se encaminhava para o 0 a 0 e o Vovô estava sendo eliminado quando o jovem é chamado para entrar em campo.

Com muita personalidade, João Victor passou a incomodar a defesa coral e a abrir mais espaços para outros jogadores do Ceará. Foi assim que o Alvinegro de Porangabuçu conseguiu a classificação com duas assistências do atacante para os gols de Saulo Mineiro.

Na coletiva pós-jogo, Guto Ferreira elogiou João Victor, mas frisou que o atleta ainda está em fase de desenvolvimento e amadurecimento muscular para que o corpo aguente a explosão das jogadas individuais.

“Eu já falei sobre o talento dele. Só que ao mesmo tempo nós temos que ter um carinho muito grande, porque um jogador de 17 anos com uma potência que os adultos já maduros muitas vezes não conseguem acompanhá-lo. Além do talento e da leitura de jogo, ele é muito ágil, muito rápido nas ações.Só que o fato dele usar toda essa explosão, ás vezes trás para ele alguns danos de ordem física, porque o corpo dele ainda não está totalmente amadurecido para esta situação.Então, nós estamos colocando e tirando, para que isso não cause um problema para o futuro, e tratando ele com carinho, para que no momento certo ele esteja totalmente pronto, para aí ser efetivado. Como eu falei, eu espero que com mais um ano, ele possa já ter condições de brigar de igual para igual com a titularidade da equipe e ser destaque, nas grandes partidas, nas maiores partidas do Ceará”

Apesar de colocar um prazo de um ano para o garoto se firmar, João Victor deve pular etapas e ser um dos destaques do Ceará ainda em 2020. Poucos atletas tem a qualidade técnica aliada a inteligência como o garoto demonstra ter. O Vovô age de forma correta, com cautela, para preservar o físico, mas também o mental do jogador.

A verdade é que João Victor pede passagem aos 17 anos.

Deixe uma resposta