Ceará Copa Sul-Americana

Jorginho comenta sobre a dificuldade de jogar contra o Bolívar na altitude de La Paz

(Foto: Reprodução/Vozão TV)

Além disso, o meia do Ceará fez uma avaliação individual da temporada 2021.

Nesta terça-feira, 04, o meia Jorginho, do Ceará, concedeu entrevista coletiva. Na ocasião, ele falou sobre jogar na altitude de La Paz, contra o Bolívar; fez uma avaliação individual da temporada 2021 e destacou o que está melhorando durante os treinamentos.

Influência da altitude

Para a terceira rodada da fase de grupos da Sul-Americana, o Ceará enfrentará o Bolívar, na altitude de La Paz amanhã, 05. Sobre isso, Jorginho falou que, se o clube quiser avançar dentro da competição internacional, deve passar por essas adversidades.

“Vai ser um jogo muito difícil, tenho alguns companheiros que já jogaram aqui, em La Paz e eu acho que a gente tem que, como se fala, ‘correr certo’. Durante essa semana já foi passado o que se deve fazer jogando aqui na altitude, mas se a gente quer conseguir uma classificação para a próxima fase, devemos passar por essas circunstâncias. Todo mundo está preparado para fazer um bom jogo”.

Avaliação individual

Com poucas aparições durante a temporada, Jorginho destaca o trabalho feito por ele, mas respeita também os jogadores que têm sido escalados com maior frequência. Além disso, o meia diz que quando surgir a oportunidade, vai estar preparado para ajudar.

“Apesar de eu ter jogado um jogo e entrado em quatro durante a partida, sou um cara que trabalho muito e respeito meus companheiros que estão jogando. Eu sei que minha oportunidade vai aparecer e tenho que estar preparado para quando aparecer estar pronto para ajudar meus companheiros”.

Melhora nos treinamentos

Questionado sobre o que tem aprimorado durante os treinamentos, o jogador do Ceará destaca a melhora na parte física. “Eu estou me preparando o melhor possível nos treinamentos. Estou aprimorando a parte física e a parte de força também. Se o professor optar por mim, estarei preparado para fazer um bom jogo”.

Deixe uma resposta