Sérgio Alves
Sem categoria

Ídolo do Ceará, Sérgio Alves já conquistou a Copa do Nordeste pelo Bahia

Artilheiro histórico da competição, Sérgio Alves é ídolo nos dois clubes

(Foto: Reprodução/Ceará SC)

Sérgio Alves, um dos maiores ídolos da história do Ceará, também possui uma bonita história pelo Bahia. Assim, antes do primeiro duelo da final da Copa do Nordeste 2021, relembre a passagem do Carrasco pelo esquadrão. Portanto, Bahia e Ceará se enfrentam neste sábado, às 16h (horário de Brasília) no Estádio Pituaçu, em Salvador.

Gols, título e idolatria

Em 2002, Sérgio teve uma curta, mas marcante passagem pela Fonte Nova. Diante disso, desembarcou em Salvador como artilheiro do Brasil na temporada 2021, após passagens por ABC, Santa Cruz e Ceará. Dessa forma, conquistou o título da Copa do Nordeste daquele ano, tendo sido um dos destaques. Além da artilharia da competição, com 13 gols e recorde da competição, o jogador ficou marcado por situações históricas.

Primeiro, o antológico gol de bicicleta em cima do Fortaleza. O gol, marcado na vitória por 3 x 2, é considerado o mais bonito da história na antiga Fonte Nova. Além disso, como se não bastasse, o jogador consolidou a fama de carrasco ao marcar os três gols da vitória do tricolor baiano. Clodoaldo e Cinészio descontaram para o Fortaleza.

Após essa partida histórica, o Bahia chegou a final da competição diante de seu maior rival, o Vitória. Na partida de ida, Sérgio Alves marcou um dos gols da vitória por 3 x 1. Assim, um empate em 2 x 2 na volta garantiu o título aos baianos. Dessa forma, com um gol antológico, artilharia e título na conta, Sérgio Alves pode ser considerado um ídolo do Bahia.

Após a passagem e uma saída um pouco conturbada da capital baiana, o jogador teve breves passagens por Guarani e Ponte Preta. Portanto, ainda em 2003 retornou ao Ceará, onde ainda jogaria entre 2008 e 2010, mantendo a escrita de artilheiro e carrasco do maior rival. Diante do Fortaleza, Sérgio balançou às redes 23 vezes em 25 jogos.

Deixe uma resposta