Ceará Copa Sul-Americana

Parte da delegação do Ceará quebra protocolo sanitário da Conmebol e clube pode ser punido

Alguns funcionários saíram do hotel sem permissão

O Ceará jogará seu primeiro duelo internacional diante do Arsenal, na Argentina, mas o que poderia ser uma viagem apenas de boas lembranças pode se tornar uma dor de cabeça para o Vovô.

O portal “Doble Amarilla”, de Buenos Aires, flagrou uma parte da delegação do clube quebrando o protocolo da Conmebol ao saírem hotel que estão concentrados para passear em Puerto Madero, local turístico do país, mas a atividade é proibida pela confederação.

De acordo com o protocolo da entidade, os clubes devem permanecer no hotel e só podem sair para os treinos, além de apresentar testes negativos para COVID durante todos os dias.

O que diz a Conmebol:

Nos Hotéis e Campos de Treinamento

Fica proibido que membros da Delegação visitante ( jogadores e comissão) deixem o hotel e/ou Campos de Treinamento sem ao menos terem acordado previamente e que não implique em contatos com pessoas de fora da sua Delegação*.

Está proibido que membros da Delegação visitante ( jogadores e comissão) recebam visitas de terceiros nos hotéis ou Campos de Treinamento.

A VIOLAÇÃO DESSES PONTOS ACARRETARÁ MULTAS E SANÇÕES AOS JOGADORES/OFICIAIS, PELA COMISSÃO DISCIPLINAR DA CONMEBOL, CONFORME DESCRITO A SEGUIR:

Por uma primeira infração: multa não inferior a USD 15.000.

Segunda infração ou infração subsequente: multa não inferior a USD 30.000.

Em casos graves, os clubes serão totalmente responsabilizados pelo comportamento de seus jogadores/oficiais, estes estarão passiveis de sanções.

Deixe uma resposta