Ceará

Marlon fala sobre semifinal da Copa do Nordeste: “Entrar com foco total”

(Foto: Reprodução/Vozão TV)

Além disso, o jogador do Ceará destacou o trabalho do clube durante a sequência de jogos em curto intervalo de tempo.

Um dia antes de jogar, na Arena Castelão, a semifinal da Copa do Nordeste contra o Vitória, o meia do Ceará, Marlon, concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, 23. Na ocasião, ele falou sobre o que fazer para fazer uma boa partida contra a equipe baiana; a sua atuação na primeira partida do Ceará na atual edição da Sul-Americana e, ainda destacou o trabalho feito pelo clube para aguentar a sequência de jogos.

Semifinal da Copa do Nordeste

Para o confronto de amanhã, contra o Vitória, Marlon falou que a equipe deve entrar com o foco total para a partida. “O Vitória é um adversário dificílimo, um nome tradicional no futebol brasileiro, então temos que entrar com total foco, total atenção, pois é um time que vem crescendo dentro da Copa do Nordeste. Então é decisivo, temos que ganhar de novo”.

Atuação individual na Sul-Americana

Na última quarta-feira, 21, na estreia do Ceará na Sul-Americana, o meia entrou no segundo tempo e foi fundamental para o time voltar a ter o domínio do jogo. Sobre isso, ele fala que só evidencia a força do grupo e a responsabilidade dos jogadores que entram para manter o mesmo ritmo e qualidade.

“Isso mostra a força do grupo. A gente está andando sempre na mesma linha. Os jogadores que estão ali fora têm a responsabilidade de manter o mesmo nível da equipe ou até mesmo elevar. O maior foco de todas as partidas, de quem estiver fora manter o mesmo ritmo e acho que, não só eu, mas todos os meus companheiros, os que iniciam e entram nas partidas, estão dando conta do recado”.

Sequência de jogos

A partir da partida contra o Sampaio Corrêa pelas quartas de final da Copa do Nordeste, no último dia 18, o Ceará começou a ter uma grande sequência de jogos em um curto intervalo de tempo. Para Marlon, a preparação física do grupo, feita pelos diferentes departamentos do clube, é um dos fatores para o elenco se manter sem maiores lesões e problemas.

A gente tem que exaltar a nossa preparação física, o nosso trabalho de fisiologia, o CESP (Centro de Saúde e Peformance), o pessoal da fisioterapio que dão um apoio incondicional para nós atletas de recuperação e preparação. Aqueles que não jogam muito tem um trabalho especial, aqueles que jogam mais tem um trabalho de recuperação […]. Então, isso aí engloba tudo e eles passam tranquilidade para gente, eles trabalham muito para a gente estar na melhor forma possível nos jogos”.

Deixe uma resposta