Ceará

Bruno Pacheco exalta a participação do ataque no sistema defensivo: “É um conjunto”

(Foto: Reprodução/Vozão TV)

Além disso, o lateral-esquerdo falou sobre a mudança no formato da Sul-Americana, agora com fase de grupos.

Criador da jogada que saiu o primeiro gol da vitória do Ceará contra o Sampaio Corrêa, pelas quartas de final da Copa do Nordeste, o lateral esquerdo Bruno Pacheco, concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira, 19. Na ocasião, o jogador destacou a evolução do sistema defensivo da equipe e comentou sobre o novo formato da Sul-Americana.

Evolução do sistema defensivo

Nos últimos quatro jogos, a equipe do Ceará não levou nenhum gol e esse desempenho fez com a equipe alvinegra tivesse a melhor defesa da Copa do Nordeste. Para Bruno Pacheco, além das chegadas de Messias, Gabriel Dias e Oliveira para o setor, outro fator importante para esse resultado é consequência do trabalho de toda a equipe.

“Atletas que chegaram para acrescentar muito nessa evolução que a gente procura diariamente, mas não exalto só a nossa defesa, pelo contrário, a gente fala que nós começamos a defender no ataque. O pessoal do ataque nos ajudando e a gente também procura ajudar o ataque quando é para chegar lá na frente e fazer os gols. Então é um conjunto, independente de quem tire a bola lá de trás ou quem faça o gol, para ter uma equipe consistente, nosso grupo deve estar com as linhas próximas, bem compactado e com todo mundo correndo. Assim, cada setor do campo vai estar aparecendo cada vez mais”.

Novo formato da Sul-Americana

O lateral esquerdo, assim como parte do elenco principal, já teve alguma experiência em competições internacionais. Em 2018 e 2019, disputou pela Chapecoense, a Libertadores e Sul-Americana respectivamente, porém somente em fases eliminatórias. Bruno Pacheco destaca que, com a criação da fase de grupos na Sul-Americana, ganhar em casa é muito importante.

Um modelo que a gente tem a oportunidade de jogar em casa, é muito importante estar saindo com a vitória, pois a gente sabe quando formos jogar fora as dificuldade que vamos encontrar. Diferente de um modelo eliminatório que na primeira partida, se você não tomar cuidado, pode ser eliminado, então com esse modelo aí, nós sabemos que vai ser muito difícil, por causa de classificar apenas uma equipe só. Mas temos a oportunidade de jogar em casa, temos que usar isso ao nosso favor e, se a gente quer buscar a classificação, já começa quarta-feira, é importantíssimo arrancar na frente”.

Deixe uma resposta